Zeca-feira de futebol. Promessa de bons confrontos 20 agosto 2014 campeonato brasileiro

Encerrei minha coluna de quarta-feira passada com um alerta:

 

“…Portanto, cuidem-se Santos, Goiás e Palmeiras, adversários na próxima rodada de Cruzeiro, Internacional e São Paulo!! O tubarões do brasileirão estão ávidos por abocanhar suas presas!!”

 

Não houveram surpresas. Os três “lambaris” foram sumariamente engolidos pelos três “tubarões”. Profecia?? Claro que não… apenas uma observação tranquila de quem analisa futebol há muitos anos…

 

Na rodada desse meio de semana o Cruzeiro enfrenta o Grêmio em Belo Horizonte. O técnico Scolari voltará, pela primeira vez, ao palco da desclassificação vexatória para a Alemanha. Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, agora convocados por Dunga, terão oportunidade ímpar de mostrar ao Felipão, ao vivo, o quanto ele errou em não levá-los à Copa do Mundo… O Cruzeiro, por tudo que vem jogando, é favoritaço. Amanhã, portanto, é dia do sargentão Luis Felipe Scolari colecionar mais uma derrota…

 

Em Porto Alegre, Internacional e São Paulo, dois gigantes em ascensão também se enfrentarão. As equipes se equivalem. Tem cara, cheiro e gosto de empate. Dificilmente o resultado será diferente.

 

Em São Paulo, na quinta-feira, o Corinthians enfrentará o Goiás. Dois ataques que fazem poucos gols, duas defesas que levam poucos gols. Em que pese a equipe paulista ocupar a terceira colocação e a agremiação goiana a décima primeira, ambos se assemelham no quesito empates. O Corinthians, sete; o Goiás, cinco. É difícil outro resultado nesse jogo. O empate é o mais provável. Caso haja um vencedor, a diferença de gols não passará de um.

 

Outro confronto de crucial importância será Sport e Palmeiras. Clássico da série “B” em 2013, nesse momento o time pernambucano encontra-se melhor colocado na tábua classificatória. Para o Palmeiras, o jogo será simplesmente decisivo. Se ganhar, dá um fôlego ao técnico argentino Ricardo Gareca; Se perder novamente, não tem escapatória: o treinador pega o avião de volta para Buenos Aires. Cá com meus botões, estou desconfiadíssimo que o Neto Baiano vai carimbar o passaporte do Hermano essa noite. E cá entre nós, já deu, viu?? Já vai tarde…!

 

Por fim, aposto em vitórias de Santos contra Atlético/PR na Vila Belmiro, e do Flamengo contra o Atlético/MG no Maracanã; O peixe da vila famosa está entrosando, tem bons nomes como Robinho e Leandro Damião. Essa dupla mostrou em jogo pela Copa do Brasil que fará sucesso tabelando juntos; Quanto ao Flamengo, além do fator motivacional denominado Luxemburgo, que tirou o time do atoleiro, a equipe enfrentará um Galo, que internamente, vai de mal a pior. Fontes seguras atestam que a relação do técnico Levir Culpi com presidente Alexandre Kalil está em frangalhos, desmoronando vertiginosamente e isso influencia e muito, o time que vai a campo. Apitará o clássico, o árbitro da final da copa Libertadores de 2014, Sandro Meira Ricci, o melhor brasileiro rankeado pela FIFA. Desta forma, pelo menos a certeza que não haverá apito amigo em favor do Flamengo, é uma realidade.

 

O campeonato já começa a assumir a forma da pirâmide. Poucos no topo, que apresentam qualidade; alguns intermediários que pouco influenciam e só fazem número; e, a grande base da forma geométrica, composta pela maioria das equipes, diga-se de passagem, niveladas “por baixo”, literalmente. Contudo, ao contrário das históricas pirâmides egípcias, nesse campeonato quem termina na base não tem o poder de implodir o polígono como um todo. Cai sozinho.

 

Até a próxima quarta!!

 

                                                                                                                      Juninho BILL

Tags:, , , , ,

Jornalista e Bacharel em Direito

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário