Walter, ídolo ou falso ídolo 10 dezembro 2013 WALTER

O atacante Walter jogou pelo Goiás por dois anos, caiu nas graças do torcedor Esmeraldino, mas o desfecho dessa relação torcedor x jogador tende a ficar desgastada.

Mesmo tendo ganho três premiações do futebol Brasileiro, Prêmio Craque do Brasileirão da CBF e Rede Globo, bola de prata do canal ESPN e da Revista Placar e também premiado com o Troféu Armando Nogueiro do globo.com.

E essa desconfiança do torcedor são devido as suas declarações, entre as mais importantes estão as concedidas após a derrota para o Grêmio, perguntado sobre o interesse do Corinthians no seu futebol ele respondeu “Fico muito feliz em saber que um time do tamanho do Corinthians está interessado em mim, quem não gostaria de jogar por lá? Só de saber que existe uma especulação eu fico muito feliz.”

Em Goiânia após receber medalha de honra ao mérito concedida pela Assembléia Legislativa Walter disse ” Não tem nada de Corinthians, quero ficar por aqui, não gosto de Cidade Grande e São Paulo o trânsito é muito ruim, gosto de locais pequenos como Porto(PT), Porto Alegre(RS) e Goiânia.”

Outra declaração que deixou os torcedores do Goiás animados, foi após a derrota para o Santos no Serra Dourada “Quero dizer que estou muito envergonhado, não vou parar por aqui não, vou ficar para ajudar o time em 2014.”

Mas na entrega do prêmio ontem em São Paulo outra declaração estranha, “Vocês entenderam errado. Não falei que para mim é ruim, falei o que todo mundo fala sobre trânsito de São Paulo. Corinthians é time grande, assim como Palmeiras e São Paulo”, afirmando o atacante em notícia publicada pelo site UOL, confirmando que poderia, sim, ir para o alvinegro Paulista.

E então fica a pergunta, Walter é ídolo ou um falso ídolo? Suas declarações são conflituosas, ou seja em Goiânia ele procede de uma maneira em outros locais é completamente diferente. Começo a questionar esse ídolo que joga muito, mesmo acima do peso, mas que abre a boca e desliga o cérebro em momentos de entrevista.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário