Uma pedra no meio do caminho 22 março 2015 ANA x GOI

Vai começar o terceiro turno do campeonato regional. O Goiás volta ao gramado onde impôs a maior goleada do campeonato até o momento: Estádio Jonas Duarte em Anápolis. Provavelmente, debaixo de chuva novamente. O adversário desta feita é a Anapolina. A equipe é conhecida pelo codinome de Rubra Xata em referência a cor do uniforme, como também por historicamente sofrer derrotas para os nanicos e se reabilitar, com vitórias surpreendentes, contra adversários mais bem preparados. 

A torcida do Goiás,  por razões óbvias, anseia que a RX não coloque a tradição em campo neste domingo.

Ao final do turno e returno, a classificação foi:

Grupo A: Itumbiara com 14 pontos; Trindade com 14 pontos; ACG com 12 pontos; CRAC com 09 pontos;

Grupo B: Goiás com 21 pontos; Goianésia com 19 pontos; Aparecidense com 19 pontos; Anapolina com 16 pontos;

Restou claro, portanto, que o grupo B é muito mais forte que o grupo A. Dessa forma, se não houvesse terceiro turno, classificaria hoje para semifinais, os três do grupo B e apenas um do outro grupo A. E o mais intrigante: esse classificado não seria o Atlético, o “queridinho dos magnatas”. Essa lagartixa disfarçada de dragão, pelo jeito, tá com o fogo das ventas apagado…

O terceiro turno será a fase do torneio em que o grau de dificuldade dos confrontos aumentará. Sim, porque os embates agora são dentro do próprio grupo! Como demonstrado acima, o grupo B é muito equilibrado. Na verdade, o “mesmo pau que bate no Xico, bate no Francisco”. Por isso, enfrentando adversários inferiores tecnicamente, talvez o ACG se recupere e ainda se classifique. Todavia, já começou mal, uma vez que perdeu chance de ímpar, ontem à tarde no Serra Dourada, quando jogou e empatou sem abertura de contagem com o Itumbiara.

A empreitada do Goiás neste domingo também não será fácil. Enfrentar a Xata em Anápolis nunca foi moleza. E ela vem embalada, na cola do G3. Além disso, qualquer um das equipes goianas, inclusive a rubra xata, se agigantam quando enfrentam o Goiás. É que na ampla maioria das vezes, se fecham para perderem de pouco, e se “acham” um gol, tentam segurar o resultado a qualquer custo. Isso geralmente dificulta o jogo esmeraldino.

Lucas Rabbit

Pois bem. Diante das nítidas deficiências técnicas do ataque verde com Danilo, Bruno Henrique e Ruan, é bem provável que o atacante recém contratado e já regularizado, Lucas “Rabbit”, faça sua estreia no segundo tempo. Trata-se de um jogador muito elogiado pelo treinador Wagner Lopes, que tem observado com “olhos clínicos” o desempenho do atleta nos treinamentos. Estarei torcendo para que esse rapaz se encaixe no time e se torne o parceiro ideal para o pequeno príncipe, Erik. Se der certo, Danilo, com as bênçãos de Deus, perde a vaga.

Por puro pressentimento, arrisco um empate ao final da peleja. Aguardemos…

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Até domingo que vem…!!

Juninho BILL

Tags:, , ,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário