Sobrou espaço…! 21 abril 2016 goiasxvilanova_beneditobraga03

Compactação é um dos princípios estruturais (tanto de defesa quanto de ataque) que orienta os jogadores no espaço para que as linhas de ataque, meio de campo e defesa fiquem próximas umas às outras.

A imagem abaixo aconteceu com 33 segundos de jogo. E é em cima dela que vamos analisar. O espaço entre as duas linhas de quatro do Goiás facilita a vida de qualquer adversário. Mesmo os menos técnicos.

imagem 1

Goiás com as duas linhas de quatro muito mal armadas (Reprodução: PFC / TV GLOBO).

 

Repare que o jogador portador da bola (círculo vermelho) está exatamente na linha do meio de campo e tem quatro jogadores de seu time à frente (círculo amarelo) contra quatro defensores esmeraldinos (círculo verde). Isto é, o Goiás está em inferioridade numérica (5×4) no próprio campo defensivo.

imagem 2

Vila entrando no campo do Goiás com superioridade numérica (Reprodução: PFC / TV GLOBO).

 

E se criarmos um mini campo imaginário na região onde está a bola, o Goiás também está com inferioridade numérica. Vale ressaltar a possibilidade de triangulações que os jogadores adversários criaram em cima do maior do Centro-Oeste:

imagem 3

Na região onde a bola está, três jogadores do Vila estão sendo marcados por dois esmeraldinos (Reprodução: PFC / TV GLOBO).

 

O primeiro minuto do ex-clássico resume bem o que aconteceu durante os 90 minutos do jogo: um Goiás dando espaços (mal compactado) e sem saída de bola (sem apoio – trataremos sobre esse princípio em outra coluna).

O péssimo desempenho nas últimas partidas precisa ser diagnosticado pelo gerente de futebol Felipe Ximenes. Hipóteses não faltam. Não é possível formar um time da noite para o dia. Ou das fases finais do estadual para o início do Brasileiro da Série B. Daí a importância do modelo de jogo já estar implantado e bem executado nesse momento da temporada.

Rodolpho Chinem

(Foto destaque: globoesporte.com)

Tags:,

3 Comentários Quero comentar!

  • Um jogo para se esquecer? Não, não mesmo, um jogo para se aprender. Aprender como se joga uma partida que vale a passagem para a final do ruralzão. Tivemos um time na última segunda feira, sem a menor vontade de “enfrentamento”. Perdemos todas as divididas, nossso jogadores se acovardaram. E o time adversário perdeu uma grande chance de sacramentar sua ida a final, pois as principais e melhores chances de abrir e aumentar o marcador foram por parte do time da Caixa d´água. Fico receoso, dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar,será?…

    Comentário by Cicero Junior — 22 de abril de 2016 @ 12:41

  • Ja está dando raiva esse Enderson Moreira que ainda não conseguiu impor um estilo ao Goiás, e também esse time medíocre montado pelo Ximenes.
    Está na hora de haver uma cobrança mais forte do Rassi!

    Comentário by Felipe — 22 de abril de 2016 @ 20:55

  • Concordo com o Cicero: Um jogo para se lembrar por muito tempo.

    E, em relacao a pressionar o nosso querido Presidente como disse o amigo Felipe (se me permite chama-lo assim) jamais vai acontecer pois o Goias e o unico time no mundo onde nao existem cobrancas e todos fazem o que querem. O Goias e um verdadeiro SPA para jogadores e ex-jogadores tambem.

    Vamos ver o que acontece no proximo jogo. Depois desse jogo de Terceira na Segunda, nao espero muito do nosso time nao. O Cyla poderia tira-los para ver se algo de bom acontece, pois, se vencer, vao achar que esta tudo as mil maravilhas, e nos sabemos que esta muuuuuuuuuuuuuuuuuito longe disso.

    Abraco a todos
    Tony

    Comentário by Tony Falico — 22 de abril de 2016 @ 22:24

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário