Simplesmente arrasador. Paraná caiu de quatro. 30 setembro 2016 GAmalho III

Um atropelo. Assim pode ser definido o jogo contra o Paraná no Serra Dourada. Uma carreta carregada passando em cima de um fusca. Não deu tempo da equipe paranista anotar a placa… foi um passeio esmeraldino.

Exceto o tropeço em terras baianas, é nítida a evolução do Goiás Esporte Clube no campeonato.

Ainda não sei se foi em razão da saída do Condé, se foi a chegada do Kleina, se foi a dispensa do Daniel Carvalho ou se foi o incentivo financeiro de oito mil por vitória, para cada atleta que participar da partida.

O fato é que Léo Gamalho tem estrela. Sabe fazer gols, cabeceia sempre para o chão, sem chances para o goleiro. Excelente contratação!

O time verde passou um susto logo no início do jogo, a bola veio cruzada, Karanga apareceu livre na área e fuzilou de cabeça para o gol. Márcio Lagartixa fez excelente defesa. (Putz…! Nunca pensei que fosse escrever isso um dia no site Família Esmeraldina).

O Goiás avançou, encurralou o Paraná em seu próprio campo.

Em uma jogada que começou com o capitão Léo Lima, a bola foi cruzada na área e Léo Gamalho cabeceou de forma magistral. 1×0.

Pressão total na saída da bola, o Goiás retomou a posse dela, Léo Lima cruzou para área e Rossi – oportunista – completou. 2×0.

Leo Lima IIIOutro ataque mortal, Léo Gamalho fez o pivô – estilo Walter – na meia lua e tocou para trás. Léo Lima bateu de primeira, a bola beijou o poste, voltou e bateu nas costas do goleiro e entrou. O capitão foi coroado por sua bela atuação. 3×0.

Avassalador, Rossi cruzou para área e ele – sempre ele – Léo Gamalho cabeceou certinho de novo para o fundo das redes. 4×0.

Final de primeiro tempo. O jogo estava prematuramente definido.

Veio o segundo tempo e o Goiás administrou o resultado. Exceto uma bela defesa do Lagartixa (Putz…! ele fez outra!), num chute forte de fora da área, a segunda etapa transcorreu sem grandes emoções.

Pois bem, hoje é dia de comemoração, não vamos ser “ranzinzolinos”. Neste ritmo, a zona de rebaixamento vai ficando para trás, Graza’Deus. Contudo, ainda faltam 09 pontos para que esse fantasma seja definitivamente exorcizado. É plenamente possível.

O Goiás hoje está na 12ª colocação com 37 pontos em 28 jogos. São 09 vitórias, 10 empates e 09 derrotas. 44% de aproveitamento. A rodada se encerra no sábado, entretanto, o time esmeraldino pode ser ultrapassado ainda nesta sexta-feira, 30, visto que Luverdense e Paysandu – adversários diretos neste momento – jogam contra Tupi e Avaí, respectivamente. Logo, se perder duas posições terminará a rodada em 14º lugar.

O próximo confronto será páreo duro: o Avaí no estádio da ressacada na terça-feira, 04/10, Às 21:30h. O adversário é comandado por um velho conhecido: Claudinei Oliveira. Está bem colocado e tem frequentado o G4, portanto, não será nada fácil obter um resultado positivo em Santa Catarina.

É aguardar para conferir.

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Até a próxima…!!

Juninho BILL

(Foto: Reprodução SporTV)

Tags:, , , ,

7 Comentários Quero comentar!

  • Realmente, foi um passeio ! Claro que era visível a falta de coordenação tática do time Paranista, mas não podemos deixar de dizer que é sim, nítida a evolução dentro das 4 linhas do Goiás. O time Esmeraldino ainda peca em alguns setores e em alguns lances, como por exemplo a bola alçada na area. Se o time azul e branco estivesse um pouco mais encaixado, poderia nos dar muitos problemas. A vitória veio, foi convincente e isso é fato ! O que é vier de agora em diante é lucro. Descarto o jogo contra o Avaí(pra mim perderá o confronto), mas enquanto a esperança acreditemos, eita, a esperança é VERDE…

    Comentário by cicero jr — 30 de setembro de 2016 @ 13:57

  • Juninho Bill análise perfeita. E sua referência ao Márcio, sem comentários. (rs) Fato que alguma evolução atrelada a revolução ocorre pelos lados da Serra. O time vem evoluindo. Penso que se continuarem com esta mesma pegada, sem os apagões, pode haver alguma surpresa positiva contra o Avaí, porém o que vir de ponto somado de lá também darei por satisfeito. É aguardar. E, se, manter portão fechado significar mais 3 pontos, então pode mantê-los. (rs) Abraço a todos.

    Comentário by Wendll Faleiro — 30 de setembro de 2016 @ 14:16

  • Top viu ,vamos verdão espera pra ver o que vai dar ,acredito num meio a zero contra Avaí .avante verdão do cerrado

    Comentário by Lud — 30 de setembro de 2016 @ 14:35

  • Show de primeiro tempo ontem, foi o Goiás que sempre queríamos ter visto jogar nas partidas anteriores, não me recordo qual foi a última partida que fizemos quatro gols na primeira etapa. Quanto ao próximo jogo se houver uma boa marcação dos volantes e zagueiros, mito Rossi e IBRAGamallho vão resolverem no ataque. AVANTE GIGANTE DO CERRADO!!!

    Comentário by Manoel Fernandes — 30 de setembro de 2016 @ 16:02

  • nas minhas contas o Goiás ta mais perto do g4 que do z4. é muito “torcedor” torcendo contra. que seja pelo menos realista. o Goiás não vai ser rebaixado e isso ta muito claro. só quem ta torcendo contra que fala essas bobagens e por incrível que pareça é a “própria torcida”.

    Comentário by leonardo — 30 de setembro de 2016 @ 17:34

  • Leonardo,

    Vc tem todo direito de ser “Alice”.

    Todavia, eu sou jornalista e cronista esportivo.

    Trabalho em cima de números e fatos.

    Nao estou torcendo contra, estou apenas sendo realista.

    Comentário by Juninho Bill — 30 de setembro de 2016 @ 22:37

  • juninho se quer ser realista seja. a realidade é meio da tabela. z4 é pra pessimista e quem torce pra cair.

    Comentário by leonardo — 1 de outubro de 2016 @ 20:03

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário