Serrinha lotada. Goiás vence “Cidão” com gol sofrido. 4 fevereiro 2016 DC10

Após vencer o clássico, o Goiás conseguiu outro triunfo e segue invicto no Goianão desse ano. Com estádio lotado, o time esmeraldino bateu a Aparecidense na Serrinha por 1 a 0, com um gol sofrido no final da partida marcado por Murilo. O próximo jogo também é na Serrinha, ás 10h, no sábado (06), contra a Anapolina.

O Jogo:

A partida começou com o Goiás mostrando superioridade e com maior posse de bola. As principais jogadas saíam no pé de Daniel Carvalho pelo meio e também nas laterais. O primeiro lance de perigo veio com a cabeçada de Rafhael Lucas, que mandou a bola perto da trave de Busatto.

A Aparecidense pouco reagia e viu o Goiás quase marcar um belo gol após chute de Daniel Carvalho que desviou na defesa do Camaleão. Patrick e Wagner também tentavam de todo o jeito armar as jogadas, mas faltava aquela conclusão caprichada.

No segundo tempo, a Aparecidense ganhou espaço no jogo e passou a trabalhar mais a bola, mas a primeira chance de perigo também foi do esmeraldino: após passe de Sueliton, Patrick chutou em cima de Busatto, e depois, Rafhael Lucas foi travado na finalização.

O volante Wendel, que estava com a faixa de capitão, quase saiu como traidor do jogo após desviar a bola de cabeça e por pouco, não marcou um gol contra. No lance seguinte, Geovane arriscou um bom chute e obrigou Renan a fazer a sua primeira boa defesa.

O tempo ia passando e a torcida do Goiás ia se preocupando, mas Enderson fez as alterações certas no time: Carlos usou sua velocidade para avançar pela ponta e cruzar para Murilo mandar a bola para a rede: 1×0.

O time visitante quase conseguiu o empate no final do jogo com Dinei, que estava bem de frente para o gol, mas a defesa afastou. Ao final do jogo, muitos aplausos da torcida verde para a equipe do Goiás, que é líder do Grupo A com 6 pontos.

Ficha técnica – Goiás 1×0 Aparecidense

Local: Estádio Hailé Pinheiro – Quarta (03) – 19h30

Público: 3.797 pagantes – 4.379 presentes

Renda: R$ 40.140

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Alexandre Hume (GO) e Christian Passos (GO)

Cartões Amarelos: Wendel; Geovane, Paulo César e Robson,

Gols: Murilo (34′min – 2ºT)

 

ESCALAÇÃO

Goiás: Renan; Sueliton, Wesley Matos, Deivid Duarte e Juninho; Willian, Wendel, Patrick (Liniker), Wagner (Carlos) e Daniel Carvalho; Rafhael Lucas (Murilo). Téc: Enderson Moreira

Aparecidense: Busatto; Leonardy, Anderson Santos, Robson e Paulo César; Geovane, Foguinho, Washington e Da Matta; Robert (Samuel) e Rafael Santiago (Dinei). Téc: Márcio Goiano.

Reportagem Wagner Oliveira

(Foto: Benedito Braga – Jornal O popular)

Tags:,

5 Comentários Quero comentar!

  • Segunda vitória na guerra do Goianao! Simbora Verdão sábado tem outra batalha! Que venha a xata da rubra!!

    Comentário by Manoel — 4 de fevereiro de 2016 @ 12:10

  • Jogar contra um time que vem com o princípio de não levar gols, e quem jogando por uma bola, é bastante complicado. Ainda mais quando se está em um início de temporada.
    A vitória veio para quem mais procurou por ela. O time Esmeraldina continua jogando bem pela esquerda,com Juninho e Wagner. O meio campo e a defesa passam segurança. Na lateral direita e no setor de ataque é que reinam ainda alguma “fraqueza” no Alviverde.
    Mas acredito que o time ainda irá se encorpar e inclusive chegarão reforços pontuais.

    Comentário by Cicero Junior — 4 de fevereiro de 2016 @ 12:22

  • Não entendo é os 4.300 presentes, então o estádio para 8 mil lugares é onde ? sentados na grama ? tava lotada a Serrinha

    Comentário by Marcio — 4 de fevereiro de 2016 @ 13:59

  • Goiás ainda apresenta algumas deficiências fáceis de corrigir, principalmente no ataque. Temos um grande mestre em assistência, um cara com passe diferenciado, um cara que da um tapa na bola e cria chance de gol. DC tem uma visão de jogo rara no futebol de hoje. Porém o responsável por guardar a bola la dentro apresenta deficiências. Alem disso o Sueliton não ta agradando, mas sei que pode evoluir. Outro surpresa desagradável foi Wendell. Nao gostei da atuaçao dele. Acho que ele e Patrick nao podem jogar juntos, ocupam a mesma faixa do campo. Disputam posiçao e nesse momento Patrick sai na frente. Tirando isso, tive varias surpresas no jogo de ontem. Deivid, Zagueiro me lembrou muito o Ernando, Zagueiro Rapido, antecipa bem, posiciona bem e bom na bola aerea. William É um Amaral bem melhorado, mas sem o cabeceio. Juninho um grande lateral. E DC10 é o cara.
    Time ta redondinho na marcaçao. Nao toma sustos. Mas na frente precisa melhorar.

    Comentário by Daniel Caitano — 4 de fevereiro de 2016 @ 14:12

  • Cicero Junior, posta no site o programa de segunda dia 01 de fevereiro, pois não consigo acompanhar ao vivo. Avante verdão!!!

    Comentário by FABIO ANTONIO DA SILVA — 4 de fevereiro de 2016 @ 14:15

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário