Serrinha, aqui o adversário se sente em casa. 26 março 2015 Alexandre

De repente você recebe uma visita em sua casa, a pessoa chega faz o que quer, deita no seu sofá, assiste a tv escolhendo um canal ruim e ainda faz bagunça deixando o dono da residência se virar. Normalmente quem faz isto é seu “amigo” de infância, mas no caso do Goiás os jogos se tratando na Serrinha, os adversários realmente são seus inimigos de fato e não querem saber se está em casa ou fora.

Se olhar bem, o Esmeraldino quando está em seu território não tem uma campanha tão ruim. Mas se tratando de Campeonato Goiano e sabendo que os adversários não são qualificados, chegamos ao ponto pra dizer que é pífio o desempenho. Especificamente na Serrinha, o Verde em 5 jogos obteve 2 vitórias e 3 empates. Não perdeu, mas também não convenceu mesmo quando conquistou os 3 pontos.

Ficamos com um “pé” atrás sim até porque o Goiás tem que se impor jogando na sua casa.
Como quer que o torcedor vá aos jogos sendo que o time não lhe dá confiança? O Esmeraldino que não vai até agradece pelo dinheiro não investido pra assistir a “pelada”.

Nos últimos jogos ficou notório que o time da Serrinha precisa de alterar os jogadores (sempre no Segundo Tempo) pra tentar vencer a partida. O que entra na maioria das vezes ou dá passe ou faz gol. Fato.
Percebe-se que a equipe fica mais ágil quando Esquerdinha e David (os dois ainda fora de ritmo) entram na equipe. As alas estão igual ano passado, não tem. Saturnino tem medo de uma dividida e não sabe cruzar. Eu mesmo não me lembro de um passe que ele deu a gol. E o Jonathan (Bocão) o que dizer? Começou até bem o ano, mas caiu muito de rendimento e na partida contra a Aparecidense (uma equipe bem treinada) foi até vaiado. E o Alex Alves, hein? Até agora ele está procurando o atacante Tozim que mandou lembranças a ele.

O jogo contra o “Camaleão” foi a primeira partida sem Erik, já pensou se ele é vendido para o futebol europeu, haja paciência com os atacantes que tem. Bruno Henrique até se esforça, faz seus gols e conta até com uma “mãozinha” pra isto, agora o Danilo… Não tem como comentar. Ajuda sim no pivô, sofre algumas faltas, mas o raciocínio deste rapaz é lento, não pensa, simplesmente joga por jogar, não se esforça pra tentar um cabeceio, quando é substituído fica sorrindo achando que fez uma boa partida e não finaliza como um centro-avante deveria fazer. Lamentável esta “íngua” jogar é de doer as vistas quando este cidadão está em campo. E torcedor, já vai se preparando, próximo jogo do Verde não temos Bruno Henrique e Rodrigo (suspensos pelo terceiro cartão amarelo) e Lucas Coelho ainda é dúvida. Pois é, mais uma vez você vai perder a paciência vendo Danilo em campo (mesmo sendo o jogo contra o rebaixado Caldas Novas). Só falta ele fazer gol neste jogo, se não fazer pede pra este sujeito arrumar outra profissão e longe dos muros da Serrinha.

Galera, ser torcedor do Goiás é difícil, ainda mais quando a equipe não se apresenta bem. Mas o nível do campeonato é tão baixo que ainda sim o time é líder. Fica ai a ressalva.
Abraço Nação!!!
Saudações Esmeraldinas!!!

Tags:, , , , ,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário