Sergio Rassi, o colecionador de fracassos 22 outubro 2016 Rassi Capa

Eu pensei em parar de alfinetar tanto o presidente Sérgio Rassi como antes e falar sobre outros assuntos na minha coluna. Isso já estava fixado na minha cabeça, porém, ele sempre me dará motivos para falar dele, e depois de uma derrota humilhante, vergonhosa e pífia diante do Vila Nova, não foi diferente.

Primeiro que sempre ouvi falar que, apesar de não ser um dirigente de sucesso, Sérgio Rassi era uma boa pessoa, um cara calmo e que sempre tenta resolver seus problemas com disciplina, porem, passei a duvidar disso depois do que ocorreu no Serra Dourada e nas redes sociais.

Todos devem ter visto o vídeo que foi filmado no Serra Dourada, onde Sérgio Rassi é vaiado e xingado ao sair do estádio no final do jogo. Nele, o presidente olha pra cima e faz um gesto obsceno para torcedores que protestavam pelo momento ridículo que o time vive. Um “dedo do meio” que todo mundo sabe o que significa.

“Ah, mas ele foi xingado também”. E o que vocês queriam? Depois de 3 anos de gestão pífia com esse sujeito lá dentro, era obvio que ele ia ser alvo de críticas e xingamentos. Ninguém queria jogar flores pra ele. E qualquer um devia ter a noção de que quando assumimos a responsabilidade de ser um presidente de um clube gigante como o Goiás, sempre seremos alvos. Tomar esse tipo de atitude só queima mais o filme do Sérgio Rassi com a torcida, que agora faz campanha na internet pedindo sua renúncia.

Sim, e ele deve renunciar. Sérgio já deu entrevista se dizendo cansado e que não estava acostumado com as ofensas que recebeu. Essa é a prova de que ele não deve mexer com futebol. Em 3 anos de Goiás, ele nunca entendeu que torcedor não quer saber de contas pagas, casa do atleta ou patrocínio estatal. Torcedor quer saber de vitórias, títulos, de sair do estádio satisfeito com uma vitória. Um presidente que pensa em ser vitorioso saberia bem disso.

O outro acontecimento aconteceu em seu WhatsApp. Um dos números mais rodados pela torcida do Goiás é o do presidente, e é óbvio que ele não ia sair barato. A reação mais esperada era de que Sérgio Rassi ao menos ignorasse as ofensas, mas não satisfeito em apenas fazer gestos ofensivos para seu torcedor, ele respondeu alguns torcedores com ofensas e palavrões na rede social, algo que não se esperava dele. Veja as imagens. Em uma delas, ele diz estar sendo injustiçado e confirma que sairá no final desse ano.

Bate boca Rassi

Bate boca Rassi II

Bate boca Rassi III

 

Achei ótimo o vitimismo de Sérgio Rassi em sua fala. Ele parece que não é culpado de nada que acontece no Goiás. Ele se esquece que quem não bateu a mão na mesa quando precisava em 2015, foi ele. Ele se esquece dos times que ele montou para competições mata-mata com eliminações para times extremamente menores que o nosso. Ele se esquece dos péssimos treinadores, diretores de futebol, jogadores que ele trouxe para o Goiás. 80 milhões em caixa, não é? Pois metade disso foi jogado fora esse ano.

Eu quero muito crer que não verei mais Sérgio Rassi no ano que vem. Que verei gente que posso recuperar a autoestima do torcedor e que nos faça voltar para a Série A novamente, nos ir longe na Copa do Brasil e me de orgulho de torcer para esse time mais uma vez. Chega de trazer pessoas que gostam de colecionar fracassos.

Ah, Sérgio Rassi, fique a vontade para vir aqui e me xingar nos comentários…

Wagner Oliveira

Tags:, , ,

2 Comentários Quero comentar!

  • Bom dia todos.
    A administração do Dr Sérgio Rassi no que toca a futebol, concordo foi um desastre. Não foi muito feliz em algumas escolhas, o que também, me deixa a entender que se deixou levar por quem não devia, e caiu na armadilha, como outros antecessores. penso até que era seu desejo montar uma equipe mais competitiva, mas tenho plena convicção que foi obrigado a deixar essa ideia de lado pelo Magnânimo, que é quem manda.
    Ademais, Eu não aceitaria ser chamado de adjetivos tão pejorativos e de tão baixo calão como muito o tem feito. Também acho um erro crasso a torcida ficar mandando whatsapp, isso não resolve, e depois, quem garante 100% que é ele quem está respondendo? Certamente a tempos ele já mudou de telefone, e mantem esta linha por talvez ser antiga, e ele é passageiro nesse trem onde o maquinista é outro e não ele.

    Comentário by Wendll Faleiro — 22 de outubro de 2016 @ 11:34

  • Sergio Rassi, “O Colecionador de Fracassos”. O título lhe cai muito bem, afinal são 3 anos de uma pífia administração. O Goiás fracassou em vários departamentos ao longo desses 36 meses de gestão do Dr Sergio, se não vejamos, rebaixados da A para B, figuramos várias rodadas no Z4 daB. O nosso time sub 20 quase foi rebaixado no campeonato goiano. Meus amigos, é claro que esse senhor tem de sair. E tomara que ele tenha o mínimo de vergonha na cara e saia do Goiás para nunca mais voltar.

    Comentário by CICERO JUNIOR — 24 de outubro de 2016 @ 11:13

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário