(RE) INÍCIO DO CAMPEONATO PARA O GOIÁS 5 junho 2017 reinicio

Olá grande nação esmeraldina. Hoje iniciamos nossa disputa no Campeonato Brasileiro da Série B de 2017. Esses primeiros 4 jogos serviram para que todas as nossas esperanças de acesso começassem a virar dúvidas. Mostrou que o elenco não está fechado com a instituição, como este colunista acreditou estar em colunas anteriores.

Deste modo, acredito que estes próximos 4 jogos darão uma noção de qual será nossa briga esse ano. Acesso, permanência ou briga por rebaixamento? Digo isso pois apenas agora veremos esses jogadores jogando o que sabem (ou o que não sabem), após a demissão do técnico que eles não queriam. Agora, as desculpas se encerraram. Se continuarmos a perder é por falta de qualidade técnica mesmo.
Defendo a manutenção do Criciúma pelos próximos 4/5 jogos. Caso não venha a ter resultados necessários para voltarmos à disputa do acesso, que se comece de imediato a reformulação no elenco e comissão técnica.

O Goiás não pode se dar ao luxo de estar na parte debaixo da tabela quando da virada do turno. Se isso ocorrer as chances de acesso serão quase nulas.

Mas para isso acontecer, precisamos que as mentalidades sejam mudadas dentro dos muros da Serrinha. Precisamos urgentemente de um Diretor de Futebol com bagagem no mundo do futebol, e não um veterinário.

Ao meu ver, um ex-jogador que poderia ser experimentado para essa função se chama Iarley. Jogador sempre voluntarioso, de grupo e com grande abertura em muitos clubes do Brasil. Conhecido também no cenário sul-americano. Conhece bem o Goiás e poderia fazer essa ligação da diretoria com os jogadores/comissão técnica, além de poder ir atrás de reforços para a sequência da Série B.

Que se inicie um novo ciclo dentro do verdão, e que possamos retornar nosso rumo ao acesso à Série A, local de onde nunca devíamos ter saído.

Heitor Borelli, advogado.

4 Comentários Quero comentar!

  • Penso exatamente igual. O duro companheiro é que a nossa Competente Diretoria, não enxerga um palmo distante do Nariz. São três anos e meio de fracassos e vergonhas. Mesmo assim ainda acredito, a trancos e barrancos que seremos um dos 4 que ascenderão à Série A em 2018. É fácil, explicar; tem muita grana envolvida, ou seja, ou o Goiás sobe esse ano, ou a receita será cortada pela metade, e se tem uma coisa que essa “velhaca” diretoria entende é de grana… Suas Colunas amigo Heitor, refletem a imagem do site, que é o de proteger, brigar pelo Goiás, mesmo que isso seja bater de frente com quem detêm o poder no clube.

    Comentário by cicero jr — 5 de junho de 2017 @ 17:33

  • Boa noite !

    Heitor, vou torcer muito para o Silvio pois sei que ele gosta do Goiás e é bem intencionado.

    Mas sinceramente não acredito que irá dar certo!! Ele ainda não está preparado para uma competição tão pesada quanto a série B.

    Vamos aguardar esses próximos 4/5 jogos, mas penso que até lá será tarde para uma reação!

    Comentário by Ary Jr. — 6 de junho de 2017 @ 3:10

  • HA DOIS ANOS ESTOU DIZENDO QUE NÃO ACREDITO NESTA DIRETORIA.
    E CONTINUO COM A MESMA OPINIÃO.
    GOSTARIA MUITO QUE ELES PROVASSEM AO CONTRÁRIO.
    NÃO ACREDITO MAIS EM ACESSO A SERIE A.
    E ESTOU ATE DUVIDANDO DA PERMANÊNCIA NA SERIE B.
    HA QUE PONTO CHEGAMOS, ATÉ O VILA ROSA DESDE O ANO PASSADO
    ESTÁ NA NOSSA FRENTE NA DISPUTA DA SERIE B.
    QUEREM QUE EU ACREDITE EM QUE? PAPAI NOEL?

    Comentário by FABIO ANTONIO DA SILVA — 6 de junho de 2017 @ 11:28

  • Fábio, a prova da incompetência e fracasso desta diretoria, é o Vila Rosa!!

    O Vila Rosa, tem um orçamento de aproximadamente 6 milhões de cota de TV e o Goiás ano passado recebeu 40 Milhões fora a venda do Erick e do Bruno Henrique e este ano me parece que o Goiás recebeu algo em torno de 30 Milhões e não conseguiu montar um time superior ao do Vila!! Quando digo superior, é em resultados e não em nome de jogadores.

    Infelizmente é como eu sempre digo, enquanto este senhor Hailé Pinheiro estiver a frente do Goiás, o nosso provável destino é nos mantermos na B.

    Comentário by Ary — 6 de junho de 2017 @ 13:25

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário