Onde está o problema? 14 dezembro 2016 w18

Walter Henrique da Silva, 1.78m, 27 anos nascido em 22 de julho de 1.989 e natural de Recife – PE. No mundo do futebol, somente Walter. Para os apaixonados e doentes esmeraldinos, o “Tufão”, depois W18, e pelo visto, “Tufão” está de volta.

Qual o motivo do desiquilíbrio notório deste bom jogador, de boa qualidade com a bola no pés, que tem boa visão de jogo? Não farei trocadilhos maldosos muito menos referências às preferências gastronômicas do W18, em respeito ao ser humano que ele é.

Walter postou foto com corpo esguio, quando chegou a Goiânia

Walter postou foto com corpo esguio, quando chegou a Goiânia

Mas lanço aqui, uma pergunta e gostaria que, com sempre autenticidade dele, Walter, nos respondesse: O que ocorre Walter? Somos todos sabedores das complicações familiares que você convive, mesmo que ainda de maneria superficial, mas sabemos. A torcida esmeraldina pode não gostar do que vou falar, mas é notório que você não queria e não gostou de voltar pra cá de repente. Motivo?, você se tornou um problema financeiro para o CAP, além de começar a dar indícios de problemas extra-campo com noitadas e não rendimento dentro de campo! Por outro lado sabemos que tem alguma identificação por Goiânia e pelo Clube Goiás, onde você teve os melhores momentos da sua carreira.

Estes fatos o deprimiram a ponto de você engordar outra vez? Juntou a faze lastimável que o Goiás atravessou este ano pra que você perdesse o foco em você mesmo?

Estimado W18, o tempo passa rápido, já já você não conseguirá domar a balança porque não é mais um garoto de 23 anos. Já já não terá mercado por causa desta instabilidade.  Já já, não conseguirá ganhar mais tanto dinheiro com a bola. Te convido a refletir sobre seu futuro, e ele está logo diante dos seus olhos!

Walter, se o Goiás Esporte Clube é um time frouxo, relaxado quanto ao zelo de seus atletas ou se não dá a devida atenção a um atleta como você que precisa de cuidados especiais constantes e acompanhamento diário em relação a balança,  faça sua parte sozinho! Cuide-se neste longo período de férias ou voltará em 05 de janeiro pesando 130 kg? A oportunidade que a vida lhe deu nem todos tem!

Quando o vi na chegada a Goiânia novamente, fiquei impressionado, positivamente! Tava fininho, com olhos de tigre. Fiquei esperançoso e disse: “o cara entendeu a como a vida é e esta levando a profissão a sério”. Mas quando o vi pela última vez, fiquei impressionado novamente, mas negativamente. É visível uma certa depressão do ser humano Walter, aqueles olhos de tigre, deram lugar a  “olhos de Urso” preparando-se no verão para entrar em estado de hibernação: come, come, come e come.

Tudo na vida tem um preço Walter, um custo. Mais cedo ou mais tarde a conta vai chegar. E você Goiás Esporte Clube, o que faz? O que tem feito a respeito do caso Walter? Quais os cuidados? Qual o planejamento sobre Walter?

 Até a próxima, irmãos Verdes e Esmeraldinos!

Wendll Faleiro.

Tags:, ,

4 Comentários Quero comentar!

  • Bem, essa situação do Walter, tem dois lados, o primeiro o Goiás que é terra de muro baixo e o segundo o próprio atleta que não se da o devido valor. Tudo o que vc falou na sua coluna é verdade, o tempo passa e daqui a pouco Walter estará disputando séries C e D.
    O pessoal do departamento fisiológico do Goiás está prometendo ficar no encalço do atacante para que ele se cuide e não perca as estribeiras nos ponteiros da balança.

    Comentário by CICERO JUNIOR — 14 de dezembro de 2016 @ 11:18

  • Concordo com sua coluna e opinião.

    Ele tem um relaxo notório.

    Mas assim, so vi ele jogando bem ou muito bem, quando esteve acima do peso.
    Aqui no Goias ou no Fluminense quando tambem estava gordinho.

    Se ele nao passar desse peso atual não vejo problemas.

    Comentário by Ulisses Peixoto — 14 de dezembro de 2016 @ 11:32

  • Agradeço pelo prestígio dos Srs.
    Concordo com a opinião dos Sr(s)., o que penso é que Walter ganha muito, come demais, pesa demais, se compromete demais com o time que defende, mas por outro lado, se compromete de menos em demasia consigo próprio.

    Comentário by Wendll Faleiro — 14 de dezembro de 2016 @ 11:52

  • Realmente é difícil de entender o que se passa com esse excelente jogar.

    Comentário by Brayan — 15 de dezembro de 2016 @ 12:42

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário