O enigmático início de uma nova era 11 julho 2015 Julinho-apresentação

O técnico Júlio César Valduga Camargo foi contratado nesta semana para comandar o Goiás no Campeonato Brasileiro. O contrato terá vigência até (31/12). Assim como seu antecessor, Hélio dos Anjos, que estava no Rio Grande do Sul, no Caxias, o novo treinador estava no Veranópolis. Julinho Camargo, como é conhecido, tem (44) anos e chega com a missão de manter a agremiação esmeraldina na série A, de preferência, sem sustos. Ele considerou que suas armas para conseguir esse objetivo se baseiam no gosto pela tática, a bagagem do futsal e o perfil estrategista .

JulinhoIVjpgE ele chegou disposto. No primeiro treino com os titulares ocorridos nessa sexta-feira (10/07), o técnico não deu folga para ninguém. Adepto de observações detalhistas, além de prezar pela disciplina, ele acredita fazer jus à escola gaúcha de jogar futebol. A movimentação em um dos campos do CT, no Parque Anhanguera, durou das 17h às 18h30. Antes, os jogadores haviam se exercitado na academia.

“Com ele, já deu para perceber, que vai jogar quem entrar na linha de treinamento dele, que é sempre forte”, disse o lateral esquerdo Diogo Barbosa, após o treino técnico e tático.  Segundo o lateral, apesar de atuar com os mesmos atletas que golearam o Santos, Julinho mudou o posicionamento e movimentação, sobretudo das peças ofensivas. A diferença cobrada por Julinho diz respeito à forma de atuar dos meias Liniker e Felipe Menezes e dos atacantes Carlos e Bruno Henrique. “Ele gosta que os atacantes joguem por dentro”, revelou Diogo.

No decorrer do treinamento, o comandante testou algumas variações como o atacante Wesley na vaga de Liniker; Everton na lateral-direita, no lugar de Clayton Sales e, por fim, Ygor substituiu Rodrigo no meio-campo.

Assim sendo, Julinho indicou que repetirá contra o Cruzeiro, a mesma escalação utilizada pelo técnico interino Augusto César, no jogo contra o Santos, qual seja: Renan; Clayton Sales, Fred, Felipe Macedo e Diogo Barbosa; Rodrigo, David, Liniker e Felipe Menezes; Bruno Henrique e Carlos Eduardo. Todavia, restou claro que ele modificará a postura tática da equipe alviverde. Com 13 pontos conquistados, o Goiás é o 14° na tábua classificatória, com apenas três pontos de folga para a zona do rebaixamento. A equipe celeste tem os mesmos 13 pontos, no entanto, está na 12ª colocação em razão de ter uma vitória a mais.

REFORÇOS

A necessidade de contratações é considerada como prioritária pelos torcedores. Julinho avisou que ajudará na busca por esses reforços, contudo, pretende valorizar também quem já veste a camisa esmeraldina. E declarou que tem a intenção de auxiliar na revelação de novos jogadores: “Desde que acertei com o Goiás eu destaquei isso, que é muito condizente com o meu perfil trabalhar com atletas. Já formei jogadores como Thiago Silva, por exemplo. É necessário ter um olhar diferente nessas ocasiões e acredito que serei muito útil ao Goiás nessa questão”, concluiu o novo técnico.

PATROCÍNIO

JAICAR2Em que pese ainda não ter conseguido um patrocinador master para estampar sua marca no uniforme esmeraldino, o departamento de marketing fechou mais um patrocínio pontual. Neste domingo (12/07), contra o Cruzeiro no Mineirão, às 16:00h, o Goiás estampará na frente da camisa o nome da empresa goiana JAICAR. Atuando no mercado de autopeças no bairro rodoviário em Goiânia(GO), a empresa está no ramo desde 1992.

Reportagem de Juninho BILL

(Fotos: Portal Globoesporte e Jornal O Popular)

Tags:, , ,

3 Comentários Quero comentar!

  • Ta fazendo o certo, coloca o time que deu certo, bota incentivo nesses garotos (outro alem do $ ), colocar um time já escalado é teoricamente fácil, quero ver nas situações de jogo oque ele é capaz. Em relação a Jaicar, é uma empresa que merece destaque por ser uma das melhores do ramo, mas que o que patrocínio Master faz falta faz muita…

    Comentário by Paulo Cesar — 11 de julho de 2015 @ 19:29

  • E pode até entra com o mesmo time,porém ele tem que fica atento o “Sleepy” na minha opinião ele não deve ficar os 90 minutos não, esse cara e ruim demais moço, e precisamos no mínimo de 3 a 4 reforços ……urgente …..

    Comentário by ludmilla — 11 de julho de 2015 @ 21:19

  • Júlio César Valduga Camargo

    Valduga kkkkkkkkk aquele que tem verruga kkkk

    Único Ponto positivo é ele querer mostrar serviço, porque se não se destacar agora, esqueça virar técnico efetivo em algum time!

    Comentário by Felipe — 12 de julho de 2015 @ 2:33

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário