O ataque vai bem, obrigado. Já a defesa… 23 fevereiro 2016 enderson 27

Seis jogos disputados. Onze tentos marcados. Melhor ataque do “Goianinho” (ao lado do Atlético), com média de quase dois gols por partida. Dois dos três principais artilheiros do campeonato são esmeraldinos: Rafhael Lucas e Wagner. O ataque vai bem. Já a defesa…

O Goiás sofreu seis gols. É a quarta pior defesa (ao lado do Trindade). Só está melhor do que o Crac (lanterna do grupo A), Goianésia e Anapolina (vice lanterna e lanterna do grupo B respectivamente). Todos os seis gols foram tomados nas últimas três partidas. Por que?

Porque erros estão sendo cometidos. Óbvio. E as falhas individuais de Wesley Matos, David Duarte, Sueliton e até mesmo do goleiro Renan vem tirando a confiança no sistema defensivo do Verdão.

Contra o Goianésia, o primeiro gol do time adversário foi mérito do Nonato. E falha do Wesley Matos. O zagueiro esmeraldino chegou a se posicionar para fazer a cobertura correta de David Duarte, mas perdeu no individual para o artilheiro do campeonato.

 

David Duarte toma bola nas costas e Wesley Matos se posiciona para fazer a cobertura correta (Reprodução: TV ANHANGUERA).

  

Nonato ganha na velocidade de Wesley Matos para fazer a jogada do primeiro gol do Goianésia (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

O terceiro gol do Goianésia é emblemático. Patrick quebrou uma das linhas de quatro, mas o time não subiu junto para exercer a pressão no portador da bola. David Duarte furou após o “chutão”. Sueliton não acompanhou Nonato. E Wesley Matos não fez a cobertura em David Duarte e também não marcou Nonato.

 

Patrick subiu a marcação sozinho. Assim não adianta (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

David Duarte furou no “chutão” (Reprodução: TV ANHANGUERA).

  

No momento da bola alçada para frente, quem está marcando o Nonato é o Sueliton (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

Nonato apareceu livre na área para marcar o terceiro gol (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

Contra o Atlético, Sueliton fez boa partida ofensiva – talvez a melhor desde que chegou na Serrinha, mas teve erros críticos defensivos. Em uma de suas falhas de posicionamento, deixou o atacante adversário em condições legais na cara do goleiro Renan.

Em um dos lances perigosos do Atlético no jogo, Sueliton está muito mal posicionado fora da linha dos zagueiros e sem visão do atacante adversário (Reprodução: TV ANHANGUERA).

  

Três atacantes completamente livres dentro da área do goleiro Renan. Quem finalizou estava sendo marcado por Sueliton (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

E no segundo gol do Atlético… gol olímpico é falha do goleiro. O próprio Renan admitiu o erro em entrevista pós jogo. Mesmo que não faça a trajetória em direção ao gol, aquele tipo de bola é do goleiro.

Por fim, contra a Anapolina, Sueliton (de novo!) sequer sabia aonde seu adversário estava. Nesse tipo de jogada o defensor precisa manter contato visual e físico (sem falta, claro) com o atacante.

 

Sueliton mais uma vez não está bem posicionado. Resultado: gol da Anapolina (Reprodução: TV ANHANGUERA).

 

Fica registrado ainda a preocupação com os contra-ataques tomados após bola parada ofensiva do Goiás. O segundo pênalti do Atlético nasceu assim. Enderson Moreira precisa corrigir urgentemente o posicionamento de seu sistema defensivo. E precisa contar também com peças que não falhem tanto individualmente.

Rodolpho Chinem

Tags:, , ,

1 Comentário Quero comentar!

  • Sueliton tem sido o jogador que mais preocupa no defesa, por ter deficiencias visiveis, mas que podem ser melhoradas. Mesmo com a alteração de Deivid por A.Salles ainda tivemos erros grotescos. É esperar para ver com a Saida forçada de W.Mattos vai melhorar o baderna! Parabéns!

    Comentário by Paulo Cesar — 23 de fevereiro de 2016 @ 14:19

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário