O adeus de Augusto 15 janeiro 2016 AugustoII

Mesmo com uma reformulação positiva na área profissional do Goiás, nem todos os frutos são bem colhidos, e infelizmente, a conta caiu sobre um bom profissional do Goiás. Augusto César, treinador da equipe sub-20, foi demitido após uma campanha ruim na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Mas será que o grande culpado foi mesmo Augusto? Na minha opinião, não. Ele não era nem um técnico ultrapassado ou ruim em tomar decisões. Ele ainda era aquele treinador que conseguiu ser vice-campeão da Copinha no ano de 2013. Mas qual foi o grande problema desse ano? Ora, o mesmo problema da competição de 2014: uma safra ruim.

A diferença das categorias de base do profissional é a ‘safra’. Todo ano, grande parte dos jogadores são alterados em todas as categorias de idade da base, ou seja, novos jogadores são chamados para o sub-20 e vão disputar a melhor competição de base do país. Nesse ano, esperava-se mais do Verdinho por motivos de termos uma estrutura consideravelmente boa, além de termos pegado um grupo fácil.

E sim, é inadmissível que com a estrutura que nós temos, ainda sofrermos com times ruins na base, pois isso não é algo que se vê no Corinthians, Santos e outros clubes, que sempre fazem grandes campanhas. Nessa parte, não só o Augusto, mas boa parte da comissão técnica, tem uma parcela de culpa. Talvez isso seja reflexo dos profissionais ruins que colocavámos em nosso clube no ano passado, mas conhecido como “era Harlei”.

time JRII

Apesar de tudo, o Goiás cometeu erros. Um deles foi chamar novamente o garoto Richard para disputar sua segunda Copinha, e mais uma vez, não ver ele marcar nenhum gol. Não passa de uma farsa, além de ser fominha. O ataque do Verdinho estava tão ruim que o único gol do time na competição foi marcado por um zagueiro.

Apesar de tudo, ouvi muitos elogios sobre o novo treinador do sub-20, Rafael Barreto, e espero que o mesmo consiga trazer grandes conquistas para o clube e para esses garotos que sonham em ser grandes jogadores. Isso será bem possível, até porque não iremos queimar mais jovens atletas como antes fizemos.

 Wagner Oliveira

Tags:,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário