Milagre na Terra Santa!! 11 abril 2016 Cleo - Gol

Estava faltando isso para desencantar: jogar na terra santa, Trindade/GO. Porque a diretoria não pensou nisso antes?!?

O Goiás não havia feito cinco gols em só jogo nem uma vez nesse ano de 2016, e olha que já estamos em meados de abril…!!

Jogo desinteressante, time classificado, torcida verde querendo assistir pela TV… resolveram ir com um time misto. É exatamente nesta hora que os atletas reservas mostram suas virtudes e aproveitam as chances. O goleiro Ivan, por exemplo, está acima do peso, sem quaisquer sombra de dúvidas, contudo restou claro que pode dar umas aulas ao titular Renan de como se faz reposições de bola! Em compensação, levou dois gols que vamos combinar, né?!? O último, o atacante estava completamente livre, não havia nada que pudesse ser feito. Aff…

Mudemos de assunto.

Cléo desencantou, até que enfim. Fez três gols, pediu música no programa dominical da rede globo. E isso é quase como que ser campeão da Champions League para os “pobres torcedores” brasileiros. Todavia, o mais interessante foi a jogada de marketing do atleta: ele pediu que o apresentador fizesse tocar, enquanto apresentasse seus gols, o hino do Goiás, versão rock, executada pela banda goiana Mr. Gyn.

Foi um “Hat Trick” de sucesso!!

Pronto…!! Virou ídolo. Ninguém, em nenhum momento anterior do Goiás, teve essa percepção. Reconheço: me encheu de orgulho, virei fã do tal Cléo, não como meu amigo Tubão é do Romário, mas gostei da atitude dele… Agora, até para criticá-lo, a torcida de uma forma geral, vai contar até cinco e refletir se vale a pena queimar um atleta tão “bairrista”.

Cleo - GolIIParabéns, Cléo…! Nem se você houvesse contratado o marketeiro João Santana, que ganhou a última eleição para o PT da PresidANTA, não teria sido tão “felomenal”.

Quando encaixar, DC-10, “Crêi”, “Créu”, e “Carzeduar” vai ser TOP.

Pois bem. O Goiás fez cinco gols, tá tudo bem… Não!! “Péra”. Levou três!! Há problemas pontuais na zaga e falhas grotescas de marcação que o técnico Enderson Moreira deve corrigir imediatamente, mesmo porque, no próximo final de semana já se inicia as semi-finais do campeonato regional. O adversário?!? O Vyla Rosa, o enigmático rival, eterno freguês. Mas quem acompanha futebol sabe: os nanicos costumam crescer contra os gigantes em jogos decisivos. Portanto, todo cuidado é pouco, em que pese o time verde ser o “favoritaço”.

Antes de encerrar a coluna, é necessário discorrer sobre a derrota pela Copa do Brasil no meio da semana em Teresina/PI, para o time do “Ôrriver”. O placar final foi 2×1 para a equipe da casa, contudo, três pontos merecem reflexão e destaque, principalmente para os cornetas de plantão:

  • A capital do Piauí tem temperatura média de 38º a 39º à sombra, durante o dia. À noite, faz em média 30º a 32º graus. No dia do jogo, era essa a temperatura às 21:30h. Bem diferente das temperaturas do Estado de Goiás. A prática do futebol nestas circunstâncias é realmente difícil e desumana, principalmente para quem não está acostumado;
  • É verdade que o verde saiu derrotado, todavia, já pararam para analisar que os dois gols do adversário foram convertidos em circunstâncias incomuns?!? O primeiro foi contra, por Felipe Macedo, e o segundo de penâlti;
  • Também é fato que o Goiás jogou dos 25 minutos do segundo tempo até o final do jogo no campo do adversário. O goleiro Renan foi mero expectador durante aqueles minutos. O time foi pra frente, tentou, brigou, não se acovardou. Errou o último passe, é bem verdade, mas em momento algum aceitou a derrota, que ao meu ver, foi fortuita.

Esse “Ôrriver” vai sair de Goiânia no dia 20/04, goleado…! Vai ser balaiada, podem printar!!

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Volto domingo que vem…!!

Juninho Bill

(Foto: Globoesporte.com)

Tags:, , , , , ,

2 Comentários Quero comentar!

  • Sensacional viu tua coluna ,venhamos que tenho que concorda que batemos em galinha não tão morta ,pq levamos três gols ,mais que os reservas fizeram um bom jogo,pq neste goianao não tivemos nenhum jogo que a equipe esmeraldina fizessem cinco gols em um jogo só ,mais que esse “créu” caiu na garra da torcida ah e como caiu ,depois que vi a msk pedida no fantástico aí sem palavras viu arrazou “créu créu ….. Top ….e sobre o clássico não será coisa simples não ,ele vão vim contudo espero que o Goiás não se deixa a peteca cair ,não entra em campo com ar que já venceu ,é lógico que temos que entra em campo com pensamentos positivosais não com o ” salto alto ” …e vamos que vamos verdao

    Comentário by Ludmilla — 11 de abril de 2016 @ 19:26

  • Belas palavras Juninho!
    Assim como você, estou ansioso para o encaixe e para ver jogar o que em minha opinião seria o melhor do elenco: Renan, Jonathan, Salles, Mattos, Juninho, Patrick, Ramires, DC10, Jhon Clei, RF9, Cléo e Pelé Eduardo. Imagino que essa formação, em pleno vapor, encherá nossos olhos de lagrimas e o coração de orgulho, como à muito não sentimos!. Quanto a semi do rural, basta entrar focado, não podemos subestimar o adversário, pois times pequenos costumam crescer contra o Goiás, eles dão a vida para vencer, então entremos em campo confiantes e com seriedade e a vaga na final contra o Anápolis é nossa! O River-PI, é o claro exemplo do que falei anteriormente, esses times pequenos jogam contra o Goiás como se fosse uma final de Champions, saem do campo carregados, sem folego, sem pernas para andar por conta própria, e com isso acabam tirando uma casquinha do Goiás quando entramos confiantes demais, isso já é histórico!

    Comentário by HiagoMiller — 12 de abril de 2016 @ 14:30

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário