Mesmo tendo um desgaste com torcida Esmeraldina, direção Alviverde decide aumentar preços dos ingressos 14 janeiro 2015 sergio rassi

Os preços dos ingressos que o Goiás adotará durante o Campeonato Goiano 2015 representam elevação de até 95%, se comparados aos valores médios cobrados pelo clube nos 19 jogos, em que foi mandante na Série A do Brasileiro do ano passado. Ontem, o alviverde divulgou que pretende cobrar 60 reais (preço único) pelas partidas que ocorrerão na Serrinha. Para os clássicos, no Serra Dourada, a arquibancada custará 80 reais e a cadeira 120 reais.

Após falta de ação na reta final do campeonato Brasileiro de 2012, começou-se um grande desgaste entre torcida e direção alviverde. A prova disso foram as piores médias de público já registrados pelo Goiás em competições Nacionais. Mas, ao que se parece isso não mexeu com o “Alto Clero” Esmeraldino, pois  o Goiás vai adotar  a estratégia de aumento dos preços dos ingressos para emplacar o programa de sócio-torcedor, Nação Esmeraldina. Lançado em Dezembro de 2014, o projeto de fidelização oferece planos de R$ 9,90 a R$ 139,90. Esses planos tem desconto nas entradas e chegam até ter entrada gratuita nos planos principais, desde o seu lançamento o Nação Esmeraldina, teve 210 adesões.

Os ingressos para o setor de arquibancada no Brasileirão/2014 teve custo médio de 41 reais. Para o setor de cadeiras, o esmeraldino desembolsou algo em torno  de 80 reais por jogo.

O torcedor alviverde adotou rotineiramente promoção que dava direito a meia-entrada para torcedores que fossem ao estádio com a camisa do time. Mas, a equipe, que pleiteou posições medianas na tabela, terminou na 12ª colocação, nem de longe empolgou a torcida. Por fim, a diretoria decidiu negociar jogos de grande apelo, contra Corinthians e Flamengo, para fora de Goiânia. A justificativa foi lucrar com a renda e reequilibrar as finanças.

O Goiás encerrou sua participação no Brasileirão tendo a pior média de público da entre os clubes na competição, foram 6.942 pagantes por partida. No ano de 2013, a média de torcedores doi de  12.680. Desde 1993 o alviverde não levava tão pouca gente aos estádios. Na capital, a melhor marca de 2014 foi diante do Emelec, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O esmeraldino presentes foram de  25.741 pessoas ao Serra Dourada. Os ingressos custaram 10 reais a cadeira e 20 reais a arquibancada. Houve promoção de meia-entrada.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário