Mais um tiro na massa esmeraldina: Enderson fica! 3 junho 2016 Rassi e Enderson

Depois de mais uma derrota na Série B, a maioria dos esmeraldinos estavam esperando uma atitude da diretoria. Uma demissão do técnico é uma possível saída do diretor de futebol seriam mudanças significativas, porém, Sérgio Rassi mais uma vez mostrou que tem medo. Medo de fazer escolhas, pois já errou uma vez, e não quer errar de novo. O problema é que ele não percebeu que se não arriscar, também não irá acertar.

Após a reunião, Sérgio praticamente isentou a culpa de Enderson e Ximenes do atual momento do Goiás. Praticamente, quando ouvi sua entrevista, colocou quase toda a culpa nos jogadores do clube. Concordo que tem algumas peças que não estão dando o máximo que podem, e estão fazendo atuações pra lá de ridículas (ex: Wagner), e que deveriam ser dispensados. Apesar disso, não dá pra entender que dois dirigentes entregam o cargo na mão do presidente, e ele simplesmente nega demiti-los, principalmente o técnico. Todos sabemos que o problema não está no comprometimento dos jogadores, e sim, na falta de preparo que o treinador não consegue dar para o elenco. Já não estamos jogando bem desde a época do Goianão, desde a eliminação ridícula na Copa do Brasil e agora decaindo na Série B a cada rodada. Se Sergio Rassi transferir a culpa no elenco, aí que não dará certo, pois quem entra em campo, são eles.

É certo que Ximenes não está agradando ninguém por agora. Ele não está conseguindo trazer os jogadores que tanto nós estávamos esperando do “nível Léo Lima”. Isso também está deixando o presidente descontente, e é preciso que ele continue cobrando em cima do departamento de futebol, porém, eu digo que não adianta vir craques, pois ele não irão conseguir jogar mal treinados.

Se tiver que dispensar alguns jogadores, eu já digo alguns: Wagner,  Wesley Matos, David, Alex Alves, Cassiano. São fracos. Não tem talento. Dispensar esses pode ser um começo, porém, não adianta dispensar se não for se reforçar. É preciso agir rápido, para não matar os poucos esmeraldinos que restam ainda acreditando nesse time. Vi um comentário em que por mais que pareça surreal, eu tenho medo que se torne verdade: o Goiás pode se tornar uma Portuguesa. Cair até se afundar de vez. Espero que isso não passe de um pesadelo que nunca se tornará realidade.

Wagner Oliveira

Tags:, ,

4 Comentários Quero comentar!

  • Goiás Esporte Clube, outrora respeitado, dirigido por HOMENS e não BARATAS se tornou A VERDADEIRA CASA DA MÃE JOANA. Presidente Executivo um BANANA, um inerte e já levantou seu CANECO, o CANECO DE O MAIOR COLECIONADOR DE FRACASSOS, estando à frente da direção Esmeraldina.

    Comentário by cicero jr — 3 de junho de 2016 @ 13:34

  • Enderson Moreira não vai bem e ainda esta com problemas de saúde na família dele, como que consegue trabalhar direito dessa forma? Abra os olhos diretoria.

    Comentário by Manoel Fernandes — 3 de junho de 2016 @ 16:24

  • O problema não está com o Enderson Moreira. Por favor tenham mais respeito com o segundo maior técnico da história do clube. O problema está no elenco, que é muito limitado( com raríssimas exceções). O trabalho que deve ser questionado é o do Ximenes, que ainda não mostrou porque veio ao Goiás.

    Comentário by Kelvin — 3 de junho de 2016 @ 16:38

  • não acho q o problema venha ser o enderson n, vejo mtos q ainda o apoia…
    porém esse time ta horrível, cometendo erros pra la amadores, principalmente na zaga… se n vier jogadores sei n…. acho q o verdão acompanha o vila

    Comentário by Stharley — 4 de junho de 2016 @ 4:32

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário