J. Júnior é o novo colunista do Família Esmeraldina 3 março 2017 J. Junior

Domingo (08/12/13), nessa data se dava o divórcio da torcida esmeraldina com o Goiás. Naquele fatídico domingo vimos um time sem alma e coração, aonde treinador, jogadores e dirigentes pouco se importavam com o torcedor que deixava o Serra Dourada cabisbaixo. Várias declarações infelizes após o jogo, e em diante de tudo, acabou-se. Nem o 6º lugar na classificação geral serviu de alento naquele ano, vários esmeraldinos desde então abandonaram a arquibancada por se sentir desprezado e em certo ponto, usados como marionetes de um brinquedo que é o passa tempo de uma família bem influente em nosso Estado.

Nos anos que sucederam até a data de hoje (02/03/17), foi decepção atrás de decepção, campanhas pífias e amargando outro rebaixamento, e parece que para essa diretoria está tudo normal. Infelizmente, hoje viramos um time de série B, a torcida vive uma verdadeira incerteza sem saber o que pode se esperar do futuro do Goiás, torcida essa que sente incapacitada, pois o time tenta de todas as formas evitar uma aproximação da mesma.

Como sempre digo o GOIÁS e seu TORCEDOR vive a mesma relação do APICULTOR e suas ABELHAS, aonde o mesmo sempre quer o lucro que suas abelhas pode lhe oferecer, no caso o mel, mais evita e se protege de todas as formas, uma aproximação. Espero do fundo do coração como esmeraldino e um amante das festas proporcionadas por nossa torcida na arquibancada, que tudo volte ao normal e nosso Goiás volte a ser grande, que pense alto, mas olho para o corpo diretivo, vejo as mesmas figurinhas e a dúvida volta à pairar em minha cabeça, mas espero que dias melhores virão.

J.Júnior

 

 

4 Comentários Quero comentar!

  • J.Júnior, seja bem vindo ao Hall meu amigo.
    Ótimas palavras e excelente paralelo traçado.!

    Comentário by Wendll Faleiro — 3 de março de 2017 @ 20:37

  • Parece até que paramos no tempo amigo.
    Realmente ficamos a mercê de cada momento relatado no Verde.
    Não andam pra frente.
    Complicado.
    Parabéns pelo texto

    Comentário by Alexandre Lima Kbca — 3 de março de 2017 @ 20:39

  • Nossa realidade dura e crua. Sábias palavras.

    Comentário by Thalles Dirceu — 3 de março de 2017 @ 20:56

  • Quando de trata de SERGIO RASSI, FAMILIA PINHEIRO E SEUS PUXA SACOS infelizmente não acredito e nem confio mais neles!!!
    A ultima vez que acreditei nestes incompetentes foi justamente quando eles entregaram a vaga da LIBERTADORES perdendo para o SANTOS no Serra Dourada.
    Foi a ultima vez que fui ao Estádio e não pretendo voltar tão cedo.
    Atualmente moro no interior do Estado e está difícil de acompanhar os jogos, mas quando morava em Goiânia até do NAÇÃO ESMERALDINA era associado.
    Vi alguns jogos do VERDÃO pela televisão neste campeonato goiano e depois na quarta feira vi pela televisão o jogo do VILA ROSA e VASCO…
    Infelizmente o time do VILA ROSA e muito melhor que o nosso…essa e a herança
    destes dirigentes esmeraldinos. Hoje temos que reconhecer que somos a terceira força do estado…

    Comentário by FABIO ANTONIO DA SILVA — 4 de março de 2017 @ 12:16

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário