Goiás x ACG, um jogo de xadrez! 14 fevereiro 2016 goi x acg

Domingo de clássico.

Sim…! Goiás x ACG é um clássico de verdade. Dois times que estão entre os melhores quarenta times do Brasil há muitos anos. São protagonistas em termos de futebol goiano, indiscutivelmente.

Se suas sedes são na mesma cidade – e há equivalência de forças – torna-se um clássico, um derby. Há entre as duas agremiações, enorme equilíbrio. Nas últimas 10 partidas, sete acabaram empatadas. O Goiás venceu duas e o Atlético uma.

Os jogos contra o combalido Vila Nova são apenas jogos comuns. A inexpressividade do Vilinha ainda pulsa. O colorado está longe, muito longe de voltar a ter o status de adversário à altura, como o ACG tem hoje.

O jogo de hoje à tarde no Serra Dourada tem tudo para o mais disputado do campeonato. Quando dois gigantes – em termos regionais – se encontram, a promessa é de uma grande luta.

Não estranhem se o confronto for amarrado, estudado, catimbado, uma verdadeira luta tática entre Enderson Moreira e Wagner Lopes.

 

EndersonxxWagner

Posso dizer que aprendi alguns conceitos com o Lopes – enquanto dirigiu o Goiás na temporada passada – e também com o colunista do Família Esmeraldina, Rodolpho Chinem:

* Sistema Tático: é o conjunto das táticas que determinam as ações e características de uma equipe em campo. Compõe-se de idéia de jogo, desenho tático, esquematizações, variações, posturas, sistemas de marcação, detalhes táticos e estilo de jogo.

* Esquema Tático: é um elemento importante do sistema tático. Exemplificando: é uma movimentação de campo previamente determinada e treinada entre alguns jogadores e/ou setores da equipe. As esquematizações táticas são jogadas ensaiadas (faltas, escanteios, saída de jogo com o goleiro, etc.),que fazem parte de um contexto de táticas maior, denominado sistema.

Portanto, é prudente não confundir os conceitos de sistema e esquema. O sistema é a nomenclatura estática de uma equipe de futebol; Já o esquema é a variação estratégica de movimentação do SISTEMA de jogo da equipe.

E hoje, caros amigos esmeraldinos, podem apostar: haverá um verdadeiro duelo entre os treinadores. Assemelhar-se-à a jogo de xadrez. Por isso, não dá para cravar nada. Qualquer resultado é normal, desde que não seja goleada. A vitoriosa passagem de Lopes pelo Goiás – demitido após uma fogueira de vaidades – já que em 15 jogos obteve 10 vitórias, entre elas duas sob o ACG, 4 empates e 1 derrota, não pode ser desprezada. Wagner Lopes é um rival de peso, mesmo porque neste campeonato dirigiu o time campineiro quatro vezes, alcançando quatro vitórias.

DC10As grandes novidades serão as voltas do meia Daniel Carvalho e do atacante RL “…Tá tranquilo, Tá favorável…” ao time titular. Os dois foram ausências na última rodada, que trouxe a primeira derrota ao Esmeraldino, contra o Goianésia. Daniel foi poupado por conta de cansaço muscular, enquanto Rafhael estava cumprindo suspensão por ter sido expulso diante da Anapolina.

Enderson posicionou a equipe titular do Goiás da seguinte maneira: Renan; Sueliton, Wesley Matos, Deivid e Juninho; William, Patrick, Wendel e Daniel Carvalho; Carlos Eduardo e Rafhael Lucas. Em relação ao último jogo, deixaram os titulares o meia Wagner e o atacante Edson Júnior.

Lopes mandará o ACG a campo com a seguinte formação: Márcio; Edinei, Marllon, Marcus Winícius e Romário (Patric); Pedro Bambu, Gilson Alves, William Schuster, Jorginho e Magno Cruz; Alison.

Finalmente, não há outro resumo para o grande duelo: Quem puder mais, vai chorar menos! Que vença o melhor, desde que seja o Goiás! rsrsrs

Xeque-Mate, Largatixa disfaraçada de dragão!!

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Até domingo que vem…!!

Juninho Bill

(Fotos: Jornal O Popular e Site oficial do Goiás)

Tags:, , , , , , , ,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário