Goiás vence o lanterna da competição em jogo fraco 12 fevereiro 2015 FELIPE 2

O Goiás enfrentou o Grêmio de Anápolis, lanterna do Goianão 2015, e o time da Anápolis fez de tudo para barrar o escrete Esmeraldino. A defesa eficiente do rival se mesclou ao baixo aproveitamento das finalizações do alviverde. Ainda assim, o resultado foi a primeira vitória esmeraldina, em casa, na competição, por 1 a 0, graças à cobrança de falta de Felipe Menezes.“Se a gente não estivesse criando, seria mais preocupante. Os três pontos são importantes. Cheguei abaixo dos colegas e cada oportunidade nos jogos, tenho procurado aproveitar”, atestou Felipe, considerado a estrela do time nesta temporada. O alviverde chegou aos 10 pontos, na liderança do Grupo B.

Disposto a não sair derrotado, o Grêmio se armou defensivamente. Fechado, o time anapolino conseguiu fazer boa contenção do ataque alviverde no primeiro tempo. O time esmeraldino teve o amplo domínio da posse de bola, mas pouco passou da intermediária.

Com tal fórmula, a disposição do Goiás, nos primeiros minutos do jogo, foi decaindo, bem como a paciência da torcida minguada de 303 pagantes. Os torcedores alviverdes ecoaram o pedido pelo retorno do atacante Walter, ídolo do clube, em 2013, e atualmente no Fluminense.

Apesar disso, o atacante Erik conseguiu se destacar pela boa movimentação, dribles e jogadas individuais. Porém, só finalizou uma vez, em cima da marcação. Os dois laterais, Bocão e Felipe Saturnino, apresentaram boa mobilidade, mas não criaram jogadas chaves.

As melhores chances de o time esmeraldino abrir o placar ocorreram aos 14 minutos, com Esquerdinha, arriscando de longe e aos 40, quando David finalizou passe do meia, na entrada da área. Otávio conteve as duas oportunidades. O Grêmio esperou para contra-atacar.

Para o segundo tempo, o Goiás voltou mais objetivo. Felipe Menezes entrou no lugar de David, o que deu mais dinâmica ao meio de campo. Erik se arriscou e logo no primeiro minuto. Girou, deixou a zaga para trás e mandou a bola na trave direita de Otávio.

As tabelas fluíram. Danilo desperdiçou duas possibilidades de marcar. O gol, no entanto, acabou saindo em cobrança de falta de Felipe Menezes, aos 25. A batida por cima da barreira encontrou o ângulo esquerdo.

A falta de combatividade do rival, que mal chegou ao ataque fez o técnico Wagner Lopes optar por mudanças mais ousadas. Mesmo com o time lançado ao ataque, com Carlos Eduardo e Bruno Henrique em campo, o Goiás não ampliou.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário