Goiás quer mais uma vitória diante do desesperado ASA 24 julho 2012

Na foto de Rosiron Olinto, atacante Iarley está de volta ao time titular, e quer hoje diante do ASA buscar mais uma vitória aproveitando o bom momento da equipe Esmeraldina.

O Goiás enfrenta hoje em Arapiraca(AL) o time do ASA que está na zona de rebaixamento da série B, mas isso não significa facilidades para o time Esmeraldino. Jogando no Estádio Coaracy da Mata o time Alagoano conta com o apoio da sua torcida para começar uma reação dentro da competição.

O ASA terá a volta da sua zaga titular que cumpriu suspensão na derrota para o Ceará em Fortaleza, o discurso entre os atletas é o de buscar a vitória sobre o Goiás desde os minutos iniciais, os problemas defensivos vem sendo constantes e o meia Didira disse “Precisamos saber o que está acontecendo. Conversamos, vimos o que está errado, mas voltamos a cometer os mesmos erros. Estamos perdendo jogos para nós mesmos. Agora é esquecer e buscar a vitória que é mais importante”.

“Não adianta sempre esperar para o próximo jogo. A nossa situação é difícil e agora tem que ser a hora da virada. Não podemos esperar mais. Precisamos levantar a cabeça para revertermos esse quadro”, afirmou o volante Audálio.

O time do Goiás começou a série B titubeando, mas já está a sete jogos de invencibilidade dentro da competição, sendo três vitórias consecutivas. O Verdão da Serra está com 22 pontos na sexta colocação, e espera entrar no G4 já nessa rodada, mas para isso o Alviverde Goiano tem de vencer o ASA e torcer para que São Caetano e América(RN) percam pontos na rodada.

O atacante Iarley que não atuou na vitória frente ao Avaí, está relacionado e vai para o jogo com isso o técnico Enderson Moreira não tem problemas para repetir mais uma vez o seu 11 titular, e Iarley disse “Temos que vencer o ASA, é um adversário que a gente pega em um bom momento, respeitamos, mas estamos em uma sequência muito boa”, finalizou o atacante.

Tags:

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário