Goiás perde invencibilidade ao apagar das luzes na Ilha do Retiro 5 junho 2015 GOIAS X SPORT

“Fatalidade. Nosso time jogou bem e teve chance de matar no primeiro tempo. Não fizemos o gol. Acontece, a gente tem de corrigir a nossa marcação essa semana porque já tem o jogo com o Avaí, diagnosticou o lateral esquerdo Rafel Forster. Para ele, a defesa estava indo bem, até o momento em que falhou.

O lateral esquerdo acertou em parte sobre o desempenho do Goiás, ontem, diante do Sport, mas a verdade é que o time Esmeraldino parece ter caído de rendimento a partir dos 30 minutos da etapa final. O time Alviverde estava bem , mas só aconteceu um contra-ataque, aos 34, Willian Kozlowski não conseguiu completar um cruzamento de Bruno Henrique.

O time Pernambucano foi feliz nas substituições e rondou mais o gol Esmeraldino. Maikon Leite, foi um dos que entrou, e foi i autor do gol da vitória do Sport. O mesmo Maikon, já havia carimbado a trave de Renan.

Como acontece desde o início desse Brasileirão,o Goiás teve muitas dificuldades para sair para o jogo no primeiro tempo. Não foi contundente no ataque e teve muito pouca posse de bola.

Na etapa inicial, a partir dos 30 minutos. o jogo ficou mais corrido. E o Goiás soube aproveitar melhor os contra-ataques. Mas o time da casa teve chances mais numerosas, contudo a melhor chance de gol no primeiro tempo foi do time Esmeraldino.

Bruno Henrique aproveitou lançamento longo de Renan, com as mãos, e passe de Carlos. Finalizou tentando tirar o goleiro, aos 37 minutos. A bola só não entrou por teve desvio de Danilo Fernandes. “Conclui bem.  O Danilo tirou a bola e o juiz deu tiro de meta”, disse Bruno.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário