Mesmo não contando com a zaga titular por suspensão , Goiás ainda é um dos clubes mais disciplinados do Campeonato 12 novembro 2014 ALEX ALVES

O Goiás enfrenta o Internacional em Porto Alegre, Domingo, 16/11, às 17 horas. E para esse confronto não poderá contar com a sua dupla de zaga titular, pois Jackson e Pedro Henrique estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Jackson já não iria participar dessa partida por força de contrato, o jogador pertence ao colorado Gaúcho.

Essas ausências aconteceram muito raramente nesse Brasileirão, eles ocorreram apenas 12 vezes. Apenas um time Baiano, o Vitória tem menos suspensões que o Goiás. Mas o Alviverde é o único time entre todos que participam da Série A, que não teve atletas expulsos. ” É coisa importante, termos poucos jogadores expulsos, para nós que temos um elenco reduzido”, disse o técnico Ricardo Drubscky, o grupo hoje do time Esmeraldino conta com 31 atletas.

Drubscky afirma piamente que a postura do time é resultado do caráter de cada atleta e do perfil que ele adota nos treinos. “Não peço para jogador roubar na (distância da) barreira, matar a jogada ou para ser desleal. Não tem esse negócio de falta, de pega, pega, pega. ´Isso não existe comigo e não é por ser santinho não. É por realmente valorizar as questões do jogo jogado”, explicou.

O comandante técnico do Goiás se inspira em Telê Santana, ex treinador, para comandar os times por quais já passou. “Os times do Telê eram ofensivos, organizados e o fair play era uma exigência.” Drubscky não considera o time Esmeraldino menos competitivo por ser leal.

O Time que enfrentará o Internacional começa a ser definido hoje. Felipe Macedo e Alex Alves deverão ser a dupla de zagueiros. O lateral Moisés fica a disposição e poderá iniciar a partida. Uma outra expectativa é o retorno do atacante Samuel, que está recuperado de uma lesão na coxa.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário