Atlético(PR) foi a vítima da vez para o Goiás 21 outubro 2013 WALTER

“Atacante Walter fechou o placar contra o CAP e segue na briga pela artilharia, chateado com as brigas nas arquibancadas do Serra Dourada jogador não comemorou o gol.”

Em campo, o Goiás comprovou seu bom momento no Campeonato Brasileiro ao vencer o Atlético-PR por 3 a 0 neste domingo, no Serra Dourada, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e continua lutando por uma vaga na Copa Libertadores. Os gols foram marcados por Roni, Dudu Cearense e Walter. Fora dele, no entanto, alguns torcedores do time esmeraldino chegaram a brigar entre si em três oportunidades. Somado a isso, chegaram a ser arremessados objetos ao gramado pelos torcedores do Atlético Paranaense.

Antes da partida, os dois times se juntaram para formar um pacto em relação ao movimento denominado Bom Senso FC, que busca melhorias para os atletas profissionais. O jogo começou movimentado e com muita marcação das duas equipes.

O atacante Walter recebeu livre pelo lado direito dentro da área, driblou Maranhão e rolou na medida para Roni, livre, abrir o placar, aos 18. O Alviverde era melhor em campo e três minutos depois quase marcou o segundo, após chute violento de Eduardo Sasha na entrada da área.

O segundo gol do Goiás aconteceu aos 26. Roni fez uma boa jogada pelo lado esquerdo, cruzou e Dudu Cearense pegou a sobra para deixar o seu primeiro gol na edição atual do Brasileirão.

O time esmeraldino seguia melhor e Santos evitou o terceiro gol, aos 36, quando William Matheus finalizou dentro da área após passe de Walter. No fim, aos 41, Marcelo ainda perdeu uma boa oportunidade de diminuir o placar quando ficou cara a cara com Renan. Três minutos depois, o atacante acabou saindo para dar lugar a Douglas Coutinho por conta do forte calor.

O segundo tempo iniciou sem alterações nas duas equipes. O panorama da partida não se alterou porque o Atlético-PR continuava com maior posse de bola, mas era o Goiás que continuava mais perigoso nos contra-ataques.

Em um dos poucos lances de perigo do Atlético-PR, aos 17, a equipe paranaense teve um gol anulado acertadamente pela arbitragem. Marco Antônio cobrou falta e Luiz Alberto, impedido, marcou de cabeça, após desvio de Manoel.

Mesmo assim, o Goiás controlava bem a sua vantagem parcial e estava mais próximo de ampliar a vantagem. Na marca dos 25 minutos, a arbitragem permitiu uma pequena parada técnica para os times se hidratarem. Antes disso, aconteceu um pequeno tumulto na torcida esmeraldina e o zagueiro Rodrigo pediu calma. Em mais duas oportunidades, o fato de repetiu e a polícia precisou intervir. Outro fato negativo foi que torcedores do time visitante atiraram objetos no campo.

O Atlético-PR não demonstrava força para buscar uma reação e o Goiás ainda deixou marca no fim, aos 49 min, com Walter para fechar a vitória e continuar na luta por uma vaga na Copa Libertadores. O detalhe é que o atacante não comemorou como protesto pelas brigas na torcida.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário