Goiás empata mais uma. Time não emplaca no fraco Campeonato Goiano 3 março 2015 torcida

O time Esmeraldino tinha tudo para ser líder de seu grupo, ontem, contra o Crac, no Estádio Haile Pinheiro. Pouco mais de 600 pessoas assistiram um jogo fraquíssimo. As interrogações na cabeça do torcedor só vão aumentando a cada partida do Goiás no Goianão 2015.

A equipe Alviverde dirigida por Wagner Lopes conseguiu figurar na zona de classificação às semifinais, está em terceiro com 12 pontos, em sete jogos disputados, já são três sem conhecer o sabor da vitória, pois perdeu para o Itumbiara e empatou com o time da Terra Santa. A situação agora é a de tentar solucionar os problemas para enfrentar o time do Bairro de Campinas, no próximo Domingo.

O jogo: O Goiás esboçou pressão sobre o time Catalano, mas o time estava afobado, e não conseguia envolver o time do Interior, faltava velocidade. O Crac foi eficiente na marcação, e não permitia que o time Esmeraldino se infiltrasse em sua área.

O adversário Esmeraldino jogava nitidamente nos contra-ataques e com bolas alçadas na zaga Alviverde. E teve até um certo êxito nessas jogadas.

O jogo era truncado e os torcedores presentes começaram a ficar impacientes. Mas veio um alívio, quando Arthur recebeu passe de Felipe Menezes e estufou as redes catalanas aos 35 minutos. A alegria da torcida durou pouco, pois Marielson alçou bola na área, e Assis de cabeça empatou o jogo aos 37 minutos.

O comandante técnico Esmeraldino substituiu Arthur e em seu lugar veio Danilo, esse jogador até que deu uma certa dinâmica pelo setor direito de ataque do Goiás.

O time do Crac, experiente soube aproveitar os vazios deixados pelo Alviverde. E a zaga Esmeraldina que parecia em um sono profundo facilitava sobre maneira a vida do adversário.

Aos 14 minutos, veio o alivio dos Esmeraldinos presentes na Serrinha, quando Felipe Menezes chutou forte, Adriano bateu roupa e Danilo empurrou para as redes. A torcida já dava como certa a vitória do Goiás quando, Assis em cobrança perfeita de falta, colocou a bola no ângulo de Renan que nada pode fazer.

Ao final do jogo os presentes na Serrinha cobraram contratações de reforços e o tradicional coro de “Ô, Ô, Ô QUEREMOS JOGADOR FOI ECOADO NO ESTÁDIO HAILE PINHEIRO”

Tags:

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário