Goiás empata com Trindade com gol nos acréscimos 23 fevereiro 2015 TRINDADE

O empate por 1 a 1, ontem, com o Trindade, no Estádio Abrão Manoel da Costa, significou alívio para o Goiás, que esteve muito próximo de ser derrotado pela segunda vez consecutiva no Goianão. Foi o lateral esquerdo Felipe Saturnino, ao marcar gol aos 46 minutos do segundo tempo, quem salvou o alviverde de uma perspectiva pior às vésperas do primeiro teste da equipe numa competição nacional. A estreia na Copa do Brasil é quarta-feira, contra o Santo André, no ABC paulista.

“É muito pouco empatar por 1 a 1 com o Trindade pela grandeza do Goiás. Dentro dos 90 minutos temos de nos impor. Não podemos ficar feliz com empate aos 46. Na Copa do Brasil, com essa atitude, a gente não vai longe. Tem de melhora é muito”, avaliou o técnico do Goiás, Wagner Lopes.

Com o resultado, o Goiás segue na 3ª posição do Grupo B, com 11 pontos no Estadual. O Trindade é o 2º colocado da Chave A, com 7 pontos.

Em campo, o Goiás não demorou a assustar. A tentativa de Bruno Henrique, aos 2 minutos do primeiro tempo, era um demonstrativo do tom que o alviverde pretendia imprimir ao jogo. Fazer logo um gol para não repetir um drama – teve de correr atrás de 2 gols de desvantagem – da estreia (2 a 2) no reencontro com o Tacão. Não conseguiu. O Goiás logo deixou a partida esfriar.

Melhor para o Trindade, inteligente ao investir em contra-ataques e jogadas aéreas, em que o Goiás há muito demonstra fragilidade na marcação. No Estadual de 2015 já passou sufoco com cruzamentos, apesar de o treinador exaltar que a marcação dessas jogadas é enfatizada nos treinamentos. Aos 14, Robertinho desmontou a defesa em cobrança de escanteio. Wellington carimbou a trave, mas foi Conrado quem marcou o gol, na sobra.

O Tacão equilibrou a posse de bola, demonstrou entrosamento e foi mais incisivo ao atacar. Depois da metade da etapa, por causa da falta de criatividade alviverde, a equipe da casa administrou a vantagem, sem se expor a qualquer perigo.

O Goiás subiu consideravelmente de produção no segundo tempo. Voltou mais inteiro defensivamente – graças também ao Trindade menos enfático. Mas o empate só veio aos 46 minutos, com um golaço de Felipe Saturnino.

2 Comentários Quero comentar!

  • Cicero e amigos esmeraldinos :

    O pior de tudo isso eh ainda comemorar esse golzinho no apagar das luzes como se fosse a final de um Campeonato Brasileiro. O que estao fazendo com o nosso time? Que palhacada e essa? Chega de sermos enganados! E por isso que o Goiania leva mais torcedores aos seus jogos. E pra acabar mesmo! Estamos perdidos com esse arremedo de time. Se o ano passado foi ruim, esperem pra ver 2015. Nao vejo saida! O Goias nao chega as finais do Goiano, sera desclassificado e humilhado na Copa do Brasil e vai lutar ate o ultimo jogo pra continuar na serie A. O ultimo a sair que apague a luz!

    Comentário by Tony Falico — 23 de fevereiro de 2015 @ 19:36

  • Eu concordo com o Tony, dificilmente esse elenco RIDÍCULO do Goiás chegará a final do Goiano, provavelmente será uma final do interior goiano. Tem mais condições o Atlético-GO do que o Esmeraldino.

    Esse time do Goiás não tem alma, vontade, elenco, qualidade, técnico. Não tem nada mesmo, que se salva somente: Erik, Renan, Rodrigo e Esquerdinha, o resto é LIXO!

    To até sem vontade de saber sobre os resultados do time, já que moro em SP e nunca fui pra Goiás…

    Comentário by Felipe — 24 de fevereiro de 2015 @ 5:58

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário