Goiás bate o Goianésia jogando com “INTENSIDADE” 9 abril 2015 Goiás x Goianésia

A reestreia do técnico Hélio dos Anjos no comando do Goiás não poderia ter sido melhor. A equipe ganhou o confronto contra o Goianésia por 2×0. O time veio desfalcado de Junior Lopes, Felipe Menezes e Esquerdinha. Já a agremiação do interior veio sem Romerito e Wesley. Todavia, o importante mesmo foi a mudança de atitude e de postura do Goiás. O treinador conseguiu dar outra dinâmica ao time esmeraldino.

As equipes iniciaram o jogo se estudando. O Goianésia veio fechado. Cleberson não atuava como lateral e sim como terceiro zagueiro; Logo aos sete minutos Bruno Henrique recebeu passe rasteiro do volante David, entrou driblando e após entrar na área, tocou sutilmente no canto direito, deslocando o goleiro Leandro. Goiás 1×0; Restava claro que o Goiás obedecia o novo comandante: jogava com INTENSIDADE; As alas, que até então não havia funcionado durante o torneio regional, alimentavam o ataque através de Everton e Saturnino; Aos vinte e seis minutos, o garoto Erik perdeu incrível chance. Ele recebeu na área tirou com categoria para a esquerda e bateu forte. O goleiro, muito bem posicionado, defendeu; Quando eram decorridos trinta e sete minutos, Paulo chutou em cima do goleiro, que novamente fez bela defesa. No rebote David concluiu de cabeça à direta do gol; Assim transcorreu o primeiro tempo.

No segundo tempo, o jogo foi mais intenso. Aos cinco minutos, Bruno Henrique recebeu cartão amarelo. Aos nove minutos, o garoto Paulo entrou pela meia lua, contudo, sozinho, finalizou e errou. Chutou em cima do goleiro; Aos dezenove, a bola bateu no braço do zagueiro Alex Alves a dois passos da grande área. Falta para o Goianésia que o lateral Léo Carvalho cobrou de forma perigosa, todavia, a bola passou por cima do travessão e foi pra fora; O treinador esmeraldino trocou o meia Paulo por outro garoto: Artur; Aos vinte e dois minutos, Bruno Henrique cabeceou à queima-roupa, dentro da pequena área. Em defesa espetacular, no puro reflexo, o goleiro Leandro brilhou de novo; Aos vinte e oito minutos, o garoto Everton demonstrando muita confiança, pedalou, entrou pela direita e cruzou para área adversária. A zaga tirou o perigo; Helio dos Anjos fez entrar Lucas Coelho no lugar de Bruno Henrique; Logo após, promoveu a estreia de outro atleta da base: Péricles entrou no lugar do xerife David, com câimbras; O lateral direito Everton da equipe verde estava infernal. Aos quarenta e um minutos, ele passou a bola no meio das pernas do adversário em linda jogada que levantou a torcida; Aos quarenta e cinco, novamente Everton entrou pela direita e bateu forte e de longe. A bola passou com perigo acima do travessão do goleiro Leandro. Aos quarenta e sete, o golpe mortal: a bola foi chutada pela defesa esmeraldina pra frente, o atacante Erik no meio-campo, tocou de primeira encontrando o garoto Artur livre na ponta esquerda. Ele carregou a bola, entrou na área, driblou o zagueiro e fuzilou para o gol. Indefensável. Goiás 2×0.

Em entrevista ao final do jogo, Hélio dos Anjos elogiou o desempenho da equipe e disse que o ritmo de treinamento dos garotos da base será diferenciado. Ele prometeu continuar escalando esses atletas, mesclando a equipe com jogadores veteranos.

O Goiás volta a campo no próximo domingo contra o próprio Goianésia, desta feita em território adversário, no primeiro jogo da semi-final desta chave. A outra semi-final será entre Aparecidense e Trindade.

Ficha técnica:

Goiás 2×0 Goianésia

Data: 08/04/2015

Horário: 22h00

Local: Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha)

Público: 543 pagantes.

Renda: R$ 7.315,00

Arbitragem: Jefferson Ferreira; Leone Carvalho e Fabrício Vilarinho.

GOIÁS: Renan; Everton, Alex Alves, Felipe Macedo e Juliano; Rodrigo, Juliano, David (Péricles) e Paulo (Artur); Erik e Bruno Henrique (Lucas Coelho).

Técnico: Hélio dos Anjos

GOIANÉSIA: Leandro; Cleberson (Maranhão), Luciano, Roni (Michel Lucas) e Walker (Rafa Bahia); Gilberto, Paulo Vitor, Da Matta e Leo Carvalho; Wendel Lira e Nonato.

Técnico: Jorge Saran

Cartões amarelos para Cleberson, Michel Lucas e Leo Carvalho do Goianésia e Bruno Henrique do Goiás Esporte Clube.

Reportagem de Juninho BILL

Tags:, , , ,

4 Comentários Quero comentar!

  • Gostei do jogo de ontem…

    Comentário by Vinicius de Sousa — 9 de abril de 2015 @ 13:03

  • Molecada mostrou disposição, mas treinem mais finalizações e assim serão sucesso!!!!Vamos Verdão rumo ao Vigésimo Quinto!!!!!!

    Comentário by Manoel Fernandes — 9 de abril de 2015 @ 14:25

  • Ontem o time entrou mas disposto, com força de vontade o Everton me supreendeu se ele continuar assim colheremos bons frutos do mesmo. A verdade é o time ontem não foi o do campeonato todo, se teve panela ou não não sei, mas o Wagner também sempre insistia nos amebas, Felipe menezes por mim bem voltava e Danilo pode ficar fora tbm. Lateral esquerda tem que contratar Saturnino não vai da conta muito fraco

    Comentário by Dyeine Costa — 9 de abril de 2015 @ 14:33

  • Uma coisa é fato, com o Hélio dos Anjos ngm se atreve a fazer corpo mole. E com o apoio do Harlei, fica mais fácil, se o time ainda está longe do ideal eu concordo, mas que a postura é outra e não vai ter moleza é inegável!!

    Wagner Lopes em nenhum momento mostrou que poderia tirar algo a mais do Goiás e o Hélio sim!

    Vamos contratar sr Harlei?

    Walter no furacão? kkkk se livrando do Flu e recusa o Goiás, me desculpem mas se confirmada a contrataçao, esse cara não mereceria pisar aqui nunca mais!!

    Comentário by Felipe — 10 de abril de 2015 @ 2:58

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário