Entulhos debaixo do tapete verde 23 fevereiro 2015 sujeira-debaixo-do-tapete

Sabemos que em toda instituição existem mazelas, mas no Goiás a coisa toma proporções imensuráveis, bem pelo menos até o momento. O Família Esmeraldina em um trabalho de folego jornalístico conseguiu apurar boas coisas mas infelizmente as coisas ruins superam, e superam em grande vantagem, então vamos a elas:

O Goiás já recebeu da Burger King e Flávios Calçados uma quantia de R$ 800.000,00(oitocentos mil reais). Esse montante entrou nos cofres Esmeraldinos desde o ano passado. É o Governador Marconi Perillo usando de sua influência para ajudar os clubes Goianos. Essas empresas são beneficiadas pelo PROESPORTE e com isso ficam isentas de IRPF.

A laticínios Piracanjuba “topou” bancar os R$ 40.000,00 que faltavam para o pagamento dos salários do atacante Walter. Essa indústria fez uma contra proposta de pagar R$ 140.000,00 para ter estampada a sua logo nas mangas das camisas, caso o “gordinho” bom de bola viesse para o clube Esmeraldino. Agora a empresa espera o desfecho da negociação com o jogador.

=============================================================================================================================

A parte podre da banda que toca no Goiás:

Um conselheiro confidenciou ao F.E que existem Diretores no clube que usam a entidade em benefício próprio, ou seja, auferindo lucros para os seus bolsos e não para o clube. Esse conselheiro completou dizendo “O Presidente Sérgio Rassi sabe, mas fica com medo do Goiás ir para as páginas policiais dos jornais”.

Todos nós sabemos que o “Branco” aluga o Spazzio Verde e a lanchonete do CT. O valor pago por ele ao Goiás é de R$ 500,00 na Serrinha e R$ 470,00 no Parque Anhanguera. Esses valores não pagam nem a energia consumida por esses estabelecimentos. E o Branco não tem culpa disso não. Mas atras desse valor irrisório existem lucros que são auferidos por Diretores, pois são eles que indicam os fornecedores para as lanchonetes e aí ganham dos mesmos por fora. Inclusive esse Diretor está mudando todos os fornecedores do Goiás. Esperto ele não é?

Outra situação muito engraçada se não fosse trágica, é que nas reuniões do conselho, eles batem sem dó no ex presidente Raimundo Queiroz, mas tem diretor fazendo coisas escusas na cara deles e eles nada fazem. Isso é conivência concordam?

Teve diretor que soltou fogos de artificio quando o Edson Araújo saiu do marketing, pois era a única área que ele não dominava no clube. Agora o caminho ta livre para que mais grana entre em seu bolso usando o nome do Goiás. É tanta anarquia financeira no clube, que teve diretor que disse que não voltava para o Goiás nem se oferecessem três vezes mais o que ele ganha com sua empresa, pois não acredita no modelo de gestão que o clube Esmeraldino adota.

É tanta gente “mamando” no Alviverde, que teve diretor que embolsou só no jogo de Cuiabá R$ 5.000,00 vendendo ingressos de cortesia. Esse cidadão voltou de terras Mato Grossenses comum sorriso de orelha a orelha. Como pode o presidente do conselho e o presidente executivo aceitarem isso?

É tanta “zona” no Goiás que existe ex diretor recebendo até hoje do clube a quantia de R$ 13.000,00 para ficar calado. Esse mesmo diretor voltará ao time Esmeraldino nas categorias de base, pois ele está minando o trabalho do atual diretor e do treinador Augusto César. O Haile vai colocar a “Raposa” para vigiar o galinheiro Esmeraldino. Como pode isso?

É muita gente com o rabo preso no clube e ainda teve a denuncia do Presidente Sérgio Rassi logo que assumiu o cargo dizendo de funcionários fantasmas, mas logo deram-lhe o chá de cala bôca. E esses mesmos funcionários fantasmas continuam a receber da entidade.

Para piorar a situação existe dois funcionários do clube Esmeraldino que que levam informações dos garotos da base para o Internacional(RS) e o Atlético(MG). Esses dois clubes pagam uma espécie de ajuda de custo para que esses “vermes” digam quem está se destacando e de que forma estão os contratos das jovens promessas Alviverdes.

2 Comentários Quero comentar!

  • Cicero -
    Muito interessante essa materia e tambem muito bem escrita. O Goias anda mais sujo do que o proprio governo brasileiro, cheio de lama por todos os lados e por mais que se queira, nunca encontramos nada de positivo sobre o nosso “outrora” glorioso do serrado. O Goias esta enterrado dos pes a cabeca e sem nenhuma perspectiva de melhora imediata. Necessitamos, assim como o Governo, de uma CPI e quem sabe ate mesmo um “impeachment” pra ver se conseguimos sair deste marasmo sem fim. A torcida nao merece isso. Inacreditavel que tenhamos tido a oportunidade de trazer o Walter – esse sim joga de verdade – com os patrocinadores e no entanto a coisa desandou. Timinho podre!!!!!!!

    Comentário by Tony Falico — 23 de fevereiro de 2015 @ 21:15

  • Credo, Cição, se estas denúncias procederem, a situação nos bastidores do GOIÁS está pior que pensávamos! E isso reflete no time em campo…

    Juntando as denúncias da sua matéria com o que peguei de partes do programa ontem a noite, inclusive o direito de resposta que foi enviado pela diretoria esmeraldina, dá a entender que ao passo que o presidente Sérgio Rassi tenta sanear as contas do clube, obrigando-nos à aturar plantéis com qualidade duvidosa, aparentemente ele se submete a situações dentro do próprio clube em que muitos que se dizem “colaboradores” (alguns diretores/conselheiros/etc) se aproveitando para benefícios pessoais em detrimento à instituição GOIÁS ESPORTE CLUBE. Agora imaginem se a Caixa entrar…aí teremos uma farra completa…e ainda teremos que ficar ouvindo que o GOIÁS não tem dinheiro, que passa por crise financeira, que não consegue achar jogador, contentem-se pela ENÉSIMA vez de disputar o Brasileiro, blá, blá, blá e mais um monte nhéim-nhéim-nhéim. Ainda depositarei voto de confiança no presidente Sérgio Rassi, porém cada vez mais desestimulo de acompanhar o VERDÃO, porque parece um ciclo perigoso que a diretoria esmeraldina vem flertando…deixar situações que afundaram os nossos rivais acontecerem no GOIÁS, montar times que não inspiram a mínima confiança, privilégios são concedidos por possíveis atos de conivência…E ONDE ESTÁ O CONSELHO DELIBERATIVO ESMERALDINO que faz vistas grossas? Estaria o conselho CONIVENTE com estas denúncias? Com base na resposta da diretoria enviada e divulgada ontem no programa, continuo com a pulga atrás da orelha.

    Parabéns pela matéria, Cição e repito…tomara, mas tomara mesmo que o GOIÁS não caia nas tentações que nossos rivais caíram…olha onde eles se encontram agora…
    SAUDAÇÕES ESMERALDINAS!

    Comentário by Vinicius Claudio — 24 de fevereiro de 2015 @ 13:34

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário