Enderson é apresentado. Pelo menos uma notícia boa. 16 dezembro 2015 Enderson e SR II

Visando manter o torcedor esmeraldino bem informado, o site Família Esmeraldina traz mais bastidores do ninho do Periquito do Cerrado.

1) Para quem não sabe, o empresário Francis Melo, que já teve muito poder no Goiás Esporte Clube – uma vez que sempre foi empresário do Enderson Moreira – também é empresário do novo diretor de futebol, Felipe Ximenes. Nossa reportagem apurou que no campeonato goiano, ele ganhará um pouco mais do quê o teto máximo estabelecido pelo Goiás em 2015, na ordem de cinquenta mil reais. No torneio brasileiro, ele terá direito a um “plus” de 20% sobre aqueles vencimentos. Já o treinador, terá seus vencimentos dentro da casa de três dígitos.

Enderson inclusive, na coletiva de sua apresentação, deixou claro a sintonia entre ambos: “Temos que pensar primeiro no Campeonato Goiano, que é a primeira competição que iremos disputar. Claro que, em seguida, vamos entrar com muita força na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro da série B. Estamos, junto com o Felipe Ximenes, conversando com o presidente para termos um elenco forte, com peças que se encaixem”.

Felipe Ximenes

2) Pelo que se pôde apurar, os “donos” do Goiás quiseram apaziguar a demissão de Harlei Menezes e oferecer ao mesmo uma das vice-presidências. Tudo indica que o ex-goleiro “emburrou” e rejeitou qualquer cargo. O vice escolhido para compor a chapa no lugar de Amarildo Gonçalves, foi convidado pelo “princípe oculto”, e trata-se de Isvami Vieira Junior, conhecido por Junior Vieira, Superintendente executivo de Esporte e Lazer do Governo de Goiás. O ilustre desconhecido da massa verde, pode ser uma escolha estratégica na tentativa de aproximar o clube de Marconi Perillo e das possíveis benesses. Um exemplo? O programa PROESPORTE de apoio a iniciação esportiva e categoria de base, do qual o clube esmeraldino é beneficiário, está atualmente sob a responsabilidade da pasta da qual, o novo indicado Isvami, é o comandante.

Há apenas um “probleminha” básico: Isvami não preenche alguns requisitos do Estatuto do clube, entre os quais, os descritos no Art.23.

3) Quanto ao volante Josué, ídolo da agremiação verde, o empresário Omar Vasconcelos afirmou que houve interesse do Goiás pelo jogador. Ele disse que recebeu uma ligação do ex-diretor Harlei Menezes sondando a possibilidade, entretanto, o mesmo foi demitido na mesma noite daquele contato, e por isso, o negócio não prosperou e nem sequer houveram outras tratativas. Uma coisa é certa: para o atleta acertar com o Goiás um dia, ele também deverá “bater continência” ao alto clero, como quiseram impor ao Amarildo Gonçalves.

Pelo jeito, Josué é mesmo carta fora do baralho…

4) A contratação de Léo Lima foi uma notícia plantada na imprensa, com o nítido intuito de desviar a atenção da grande massa esmeraldina, dos acontecimentos de bastidores. Não há nenhum contato, por enquanto. Se o Goiás, sua diretoria ou comissão técnica tem interesse nessa contratação, pelo menos até agora não faz qualquer contato ou proposta.

5) O Goiás recebeu duas propostas de clubes nacionais, uma por Bruno Henrique e outra por Erik, ambas de cinco milhões de euros cada. Todavia, a arrogância do “Imperador e do príncipe oculto” falaram mais alto e eles só autorizariam a venda por sete milhões e meio. O presidente Sergio Rassi tem interesse em colocar, pelo menos Erik, na vitrine da série A, contudo, isso só será possível se o Conselho autorizar.

6) Definitivamente, resta claro que os “Pinheiros” são os “cânceres” do Goiás Esporte Clube, quer seja através da censura e do autoritarismo explícito, quer seja através da implantação e manutenção de uma oligarquia, quando alterou estatuto do clube, dificultando o surgimento de chapas oposicionistas. Caso o leitor queira saber mais sobre o assunto e sua forma de atuação, acesse o Blog do Paulinho, clicando nesse link. Todas as informações ali contidas são de responsabilidade daquele jornalista, todavia, serve como sinal de alerta aos demais conselheiros.

Reportagem de Cícero JR com a colaboração de Juninho BILL

(Fotos: Site Oficial do Goiás)

Tags:, , , , , , , , ,

4 Comentários Quero comentar!

  • Êêeee Goiás… continuo tenso!

    Comentário by Rubs — 16 de dezembro de 2015 @ 17:16

  • Boa tarde!!

    Cícero e Juninho, se o Goiás recebeu uma proposta de 5 milhões de EUROS pelo Eric ou pelo Bruno Henrique, tem que vender logo!!

    Será que o Imperador Oculto não aprendeu?? O Goiás não vendeu o Eric para o Fenerbache POR 7 Milhões de EUROS por causa dele ( Haile)..Se ele continuar assim, se brincar até o final do ano que vem não achará nem 3 Milhões pelo Eric.

    Cícero, o tal crédito que a família Pinheiro tinha, já acabou.Já passou a hora deles se afastarem.

    Ary Jr.

    Comentário by Ary Jr. — 16 de dezembro de 2015 @ 18:38

  • Um verdadeiro câncer para o Goiás.

    E câncer, todos sabem: vai se alastrando, alastrando, alastrando e quando menos se espera é impossível contê-lo e ele acaba por matar o hospedeiro.

    Infelizmente.

    Comentário by Juninho BILL — 17 de dezembro de 2015 @ 9:42

  • Recebeu a proposta sim, amigo!
    O problema é que eles querem sempre mais e mais…!

    Comentário by cicerojr — 17 de dezembro de 2015 @ 9:45

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário