Encaixou, até que enfim… 16 agosto 2015 Julinho35

Demorou muito… Demorou demais…! Parecia uma eternidade.

Julinho Camargo e o próprio Goiás mereciam essa vitória há muito mais tempo. Lavou e enxaguou a alma!!

Era visível que a equipe estava evoluindo após a chegada do treinador. Quanta diferença do grosso time do Hélio dos Anjos, em que as jogadas se resumiam a chutar para frente, na base do seja o que Deus quiser.

Foi bonito de se ver a precisa troca de passes na saída da defesa para o ataque. Há quanto tempo o torcedor esmeraldino não via isso?!?

Não tenho compromisso com o erro. Nunca tive. Critiquei a contratação do Julinho Camargo e desiludi, de vez, após o jogo contra o Cruzeiro. Fui precipitado. Contudo, com exceção da derrota para o time celeste e também para o Internacional – este último fruto de falhas individuais do Renan – é notório que o time vem adquirindo volume e padrão de jogo. Assim sendo, não há como não reconhecer: Julinho acertou taticamente a equipe.

Consegui, após algumas aulas com o colunista Chinem, visualizar com nitidez, as duas linhas de quatro. Perfeito…!! Que coisa linda ver um sistema tático funcionar. A marcação adiantada, matando as jogadas no campo do adversário. O recuo em bloco, sem perder o tempo da bola!! Para mim, restou claro a mão do técnico… Vislumbrei o “gordim” empunhando a batuta, regendo uma orquestra.

fd_spxgoi_1508-5097-1024x682Mas tudo isso só ficou lindo, porque os “perebas” resolveram finalizar no jogo contra o São Paulo. Sim…! Essa história de time bem postado taticamente tem mais cinco jogos que está ocorrendo. O esquema contra o Coritiba, por exemplo, foi perfeito. Não merecia ter levado o empate no fim do segundo tempo. O confronto contra o Flamengo… Que hora o Flamengo dominou o jogo?? Hora nenhuma!! O time carioca jogou por uma bola e achou ela, mas não merecia nunca ganhar o duelo.

O que dizer do choque com o líder do campeonato, o Atlético Mineiro?? Ficou provado pelas estatísticas do jogo que o Goiás dominou o galo no serra dourada. Julinho anulou o esquema do Levir Culpi. Aquele empate não fez justiça ao quê, verdadeiramente, ocorreu no gramado! Contra a Chapecoense então, o Goiás fez um primeiro tempo primoroso e merecia o gol. Outro empate injusto.

Não é clubismo!! É realidade. Basta ver o replay dos jogos. A posição que o periquito do cerrado ocupa na tabela não condiz com o futebol que vem apresentando, rodada a rodada…

A verdade é que os atacantes não estavam desempenhando seus papéis a contento. E alguns torcedores e cronistas, insistiam erroneamente, em colocar a culpa no Julinho Camargo. Ah, por acaso ele virou gênio agora, Bill?!? Não… não é isso, mas o treinador não entra em campo, não chuta, não cabeceia… Quanto às substituições que ele é acusado de errar, já pararam para pensar nas peças de reposição que há no plantel?!? É desanimador… O time montado pelo Harlei é sofrível.

ErikMas o quê importa, é que contra o São Paulo tudo se encaixou. Os gols saíram e foi uma vitória maiúscula, que já deveria ter ocorrido a quatro rodadas, contra o Coritiba. O sistema defensivo, entrosado e encaixado em campo, conseguiu desarmar as jogadas do São Paulo de forma tal que o tricolor não levou perigo ao gol do Renan no segundo tempo. A posse da bola, que diga-se de passagem, o Goiás deu ao São Paulo, não se transformou em jogadas que ameaçassem a meta esmeraldina.

O Goiás ganhou e o fez com propriedade. “Jogou o fino da bola”, como diria a antiga gíria futebolística.

Foi um chute bem dado no azar e na “zica-zira”, que aliado às finalizações certeiras, premiou a eficiência do sistema tático, com o triunfo.

O placar poderia ser mais elástico. Murilo errou dois gols feitos. Erik, outro. Diogo Barbosa foi derrubado na linha da grande área após driblar meio time, e o árbitro nada marcou… Poucos minutos depois, Bruno Henrique foi derrubado pelo goleiro são paulino, Renan Ribeiro, dentro da área. Pênalti claro. O homem do apito, talvez por dó de ver o São Paulo cair de quatro em casa, não marcou a penalidade máxima.

Por fim, não é exagero dizer que se o Goiás jogar com a mesma eficiência tática, técnica e fisiológica apresentada contra o tricolor do Morumbi, contra os adversários do segundo turno, não será rebaixado, sob nenhuma hipótese.

No próximo sábado, o adversário será o combalido Vasco da Gama, que após a derrota, em casa, para o Coritiba, dispensou Celso Roth. É improvável que a equipe cruz-maltina se reorganize até lá, portanto, jogando com sabedoria no serra dourada, e sem afobamentos, o Goiás certamente obterá mais três pontos.

Antes, porém, tem a apresentação do atacante matador Zé Love na segunda-feira. Na terça, o sonho de consumo da grande massa verde: o primeiro jogo da Copa Sul-Americana contra o campeão da Copa Verde, o Brasília, no estádio Bezerrão no Distrito Federal.

Avante, Verdão do Centro-Oeste!! A semana de glórias e alegrias está apenas começando!

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Até domingo que vem…!! 

   Juninho BILL

(Fotos: Gazetapress e TV Anhanguera)

Tags:, , ,

8 Comentários Quero comentar!

  • Belo texto, Juninho. Assino em baixo.
    Nas últimas quatro partidas, o Julinho vem mostrando – e bem lembrado o fator já explicado pelo analista Chinem (o homem entende de tática!)- a questão das duas linhas de quatro. Enxerguei melhor esse posicionamento assistindo ao vivo naquele jogo friorento contra a chapecoense mas como você bem frisou no texto, o time é INCOMPETENTE demais nas finalizações, coisa que com a graça divina, não aconteceu ontem, aliás perdemos a grande chance de HUMILHAR o SP dentro dos seus domínios. Eles jogaram mal?! Sim! E nós com isso?! O esquema do Julinho se aproveitou das falhas do time paulista e finalmente, como você definiu no título do texto-ENCAIXOU um sapeca-iáiá na bambizada. Também achei injusto o pessoal descer a lenha no técnico no jogo passado, mas eu explicava pro povo que a culpa não era do treinador, que poderiam trazer o Mourinho que não iria resolver…o elenco é limitado, as opções de reserva não são lá essas coisas e até agora, só falaram do Zé Love. Ainda precisamos de: lateral-direito, meia e mais um atacante.
    Lembrar também de fatores extraordinários que aconteceram ontem: o Felipe Menezzzzzzes acordou, o Erik desceu do pedestal (em várias rádios comentavam que ele estava MUITO isolado do restante do elenco antes da partida de hoje) e até o David acordou…o três acordaram pra vida, com a colaboração de um Patrick que jogou muito (aliás, é um dos jogadores mais regulares do time) e uma zaga impecável hoje, com um tal de Renan fazendo duas defesas sensacionais que tranquilizaram o time. Em suma, agora falta NOSSA DIRETORIA ACORDAR PRA VIDA, correr atrás de mais três reforços e a luta pelo rebaixamento ficará menos árdua, porque lutar pelo rebaixamento é o que a diretoria esmeraldina nos reserva como fonte de emoção durante o Brasileirão nos últimos anos.
    SAUDAÇÕES ESMERALDINAS!

    Comentário by Vinicius Claudio — 16 de agosto de 2015 @ 4:47

  • Que honra, Juninho!
    Espero que dê confiança para o time sair dessa situação. E vamos curtir essa vitória!!!
    Abraços.

    Comentário by Rodolpho Chinem — 16 de agosto de 2015 @ 5:39

  • Valeu demais, Vinícius Claudio e Chinem pela leitura e comentário!!
    Obrigado pelo prestígio de sempre!

    Comentário by Juninho BILL — 16 de agosto de 2015 @ 11:53

  • Encaixou, mas se nos próximos jogos continuarem errando gols vai continuar a mesma coisa. O time consegue fazer 20 jogadas de gol todo jogo, mas n faz. Se fizer 30% de gols nas chances criadas é 3, 5 todo jogo. Vlw Juim

    Comentário by Rubs — 16 de agosto de 2015 @ 12:11

  • Grande texto Bill,
    Espero que nossos jogadores entendam como funciona agora: RAÇA ! . Acho que evolução (que critiquei) finalmente vai dar resultado !
    Falta chinelar o Vaxcu e ter uma sequência de vitória. Mais uma vez, parabéns pelo texto !

    Comentário by Paulo Cesar — 16 de agosto de 2015 @ 13:05

  • Verdade, Rubens Tubão!! Tem que finalizar… São muitas chances perdidas!!
    Alô, PCóda, Valew pelo prestígio e comentário. Obrigado pelo elogio. Sei que é sincero.

    Comentário by Juninho Bill — 16 de agosto de 2015 @ 13:22

  • Belo texto sem comentários.
    Concordo contigo se o verdão ,manter esse mesmo foco como teve contra os “BAMBIS” não seremos rebaixados .verdao estou contigo sempre….

    Comentário by Ludmilla — 16 de agosto de 2015 @ 23:03

  • E GALERA, O FUTEBOL TEM DUAS IRMÃS QUE ANDAM SEMPRE JUNTAS NÉ, SÃO ELAS BOA FASE E MÁ FASE, A BOLA NÃO ENTRAVA E NÓS QUE SOMOS EXPERIENTES NO FUTEBOL JA VIMOS MUITO DISSO, ESPERO QUE A FASE MUDE A PARTIR DE AGORA E A BOLA VOLTE A ENTRAR, A GAROTADA É BOA DE BOLA, O PROBLEMA É A DIRETORIA, ELES DEVERIAM FICAR QUIETOS E NÃO ATRAPALHAR, ALIÁS TEMOS QUE ELOGIAR EU GOSTEI DA CONTRATAÇÃO DO ZÉ LOVE, É A EXPERIENCIA E O MATADOR QUE FALTAVA, VAMOS A PARTIR DE AGORA FAZER A NOSSA PARTE, VAMOS VOLTAR AO SERRA E TORCER MUIITO POR NOSSOS GAROTOS, E BOA SORTE PRA NÓS, VOU ADORAR DAR O BRAÇO A TORCER E ME DESCULPAR COM O JULINHO CAMARGO, ESPERO QUE ACONTEÇA, E REPITO QUE A NOSSA DIRETORIA PELO MENOS NÃO ATRAPALHE.

    UM ABRAÇO

    CESAR PETRI ESMERALDINO

    Comentário by CESAR PETRI — 18 de agosto de 2015 @ 16:24

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário