Em busca das glórias do passado 23 setembro 2015 Harlei-SR-Arthur

O velho e conhecido técnico Artur Neto voltou para comandar Goiás no restante da temporada de 2015. E chegou com a mesma missão de outrora: manter a equipe verde na elite do futebol brasileiro. Em que pese não ter conseguido da última vez que tentou, em 2010, o vice-campeonato da Copa Sul-Americana acabou por camuflar o desastre do rebaixamento, naquela ocasião.

A apresentação do técnico alviverde foi conduzida pelo presidente executivo esmeraldino, Dr. Sérgio Rassi, e pelo gestor de futebol, Harlei Menezes. O novo comandante foi apresentado nessa terça (22), e comemorou sua volta: “Estou voltando para casa. Para mim foi uma honra o convite, existe um respeito muito grande pela torcida, pela diretoria, e fiquei muito contente ao chegar e ser recepcionado no clube com abraços, cumprimentos e fui apresentado de forma muito carinhosa aos jogadores”.

Arthur NetoQuestionado sobre o fato de estar fora do mercado de trabalho desde 2013, quando treinou o Joinville, o comandante afirmou que utilizou esses mais de dois anos para estudar, se reciclar, melhorar seus conhecimentos. Todavia, foi bem evasivo quando questionado sobre quais cursos fez e com quem aprendeu nesse período. Ele se limitou a desconversar: “Fui atleta de futebol e trabalhei no exterior também, como atleta e como treinador. Dou cursos no sindicato de treinadores do Rio de Janeiro. Estou sempre atualizado. Tenho de aprender toda hora para poder transmitir alguma coisa. Aproveitei muito esse tempo para isso. Vejo futebol toda hora, todo dia”.

Artur Neto enfatizou que, depois da saída do clube catarinense, optou por parar por um ano para se atualizar. “Recusei propostas porque achei que não deveria trabalhar naquele tempo.” O treinador também falou sobre questões particulares: “Depois, aconteceram fatos na minha vida particular que me obrigaram a segurar mais. Por isso, fiquei fora do campo oficialmente, mas minha mente, meu estudo, minha observação sempre estiveram no campo de futebol.”

PRIMEIRO DIA DE TRABALHO

Arthur e LoveO primeiro tempo do coletivo ocorrido na tarde de (22/09), foi comandado pelo auxiliar técnico da comissão do clube, Wanderley Filho. No segundo tempo, ele passou o bastão para Artur, apesar de não passar o apito e permanecer ao lado do treinador. O técnico pedia que os jogadores se aproximassem e melhorassem a movimentação.

Ele conversou por longo tempo com Zé Love,  disse algo ao Diogo Barbosa, deu uma dica para Clayton Sales e seguiu observando, com pequenas interferências. Fabrício Mendes, filho do técnico que também será auxiliar, ficou ao lado de uma das linhas laterais do campo também a observar com atenção as movimentações.

O lateral esquerdo Diogo Barbosa e o volante Patrik estarão a disposição para o compromisso contra o Fluminense. Existe a chance do goleiro Renan também reaparecer na formação do Goiás. Já o meia Felipe Menezes será reavaliado uma vez que ele foi substituído no jogo contra o Joinville, devido a um desconforto muscular.

Reportagem Juninho BILL

(Fotos: site oficial do Goiás Esporte Clube)

Tags:, , ,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário