Direto para o fundo do poço…! 8 julho 2016 Osmar Lucindo

Com a torcida completamente descontente com a atual campanha do Goiás nessa Série B, o mínimo que se esperava por parte da amadora e estafante diretoria do Goiás seria uma postura diferente, como por exemplo, trocar o treinador e o diretor de futebol. Pois bem, os dois foram feitos. Enderson saiu e entrou Léo Condé, que vêm arrumando o time e evoluindo com sua nova filosofia de jogo. Faltou o diretor, não é? Pois bem, saiu o “falso” Ximenes e queríamos ou esperávamos que entraria alguém capacitado para o cargo. Pois bem, entrou um veterinário.

Talvez Hailé Pinheiro já esteja tão velhinho e ruim de cabeça que acabou confundindo o Goiás com uma das suas fazendas e trouxe um veterinário para ter um emprego em seu clube. Mesmo que no Goiás nós vemos vários jogadores que jogam como uma galinha em campo, como o goleiro Renan, que fica imitando um frango em todos os jogos, não sei se era mesmo disso que precisávamos. Mas tudo bem, se tem algo que não é novidade no Goiás é que ele não é um clube profissional, e sim, um clube de amigos.

Bem, Osmar Lucindo já vinha sendo um dos nomes no Goiás. Sim, já estava fazendo sua história de fracassos no clube lá com a garotada no Sub-20, onde quase foram rebaixados no Campeonato Goiano. Na cabeça de Sérgio Rassi, que convenhámos, ele pensa muito pouco pra ter conseguido ser médico, aquilo iria funcionar. Assim como colocar ex-goleiro aposentado como diretor. Deu tudo muito certo, não é mesmo?

Para complementar, Osmar deu uma declaração que era tudo que a torcida queria ouvir: “Não iremos atrás de contratações”. Mostrou claramente que ele não deve acompanhar muito os jogos do time profissional, e não sabe o quão gritante é a necessidade de reforços. Fiquei irritado com essas palavras, mas só no começo, pois vai que depois ele começa a querer contratar e traz mais algum “Cassiano” da vida. Bate até um desespero. É melhor que o veterinário traga algumas ovelhas ao invés de jogadores. Ou talvez ele só falou isso, porque não deve fazer a menor idéia de como contratar alguém.

Do Osmar Lucindo, eu só espero uma coisa: vacine o Daniel Carvalho, porque se ele machucar de novo em seu retorno, essa fazenda inteira vai acabar. Não há nada mais tenebroso do que ir em um clássico goiano e ter quase a certeza de uma derrota para um cavalo paraguaio atleticano, que tem uma torcida medíocre, mas esses poucos estão se achando o último pedaço de pizza. Esse jogo pode mudar muito a vida de vários esmeraldinos, os que vão ou não vão ao Serra Dourada. É preciso de seguir em frente.

Que Léo Lima e todos os fazendeiros do mundo nos ajudem. A era veterinária chegou no Goiás Esporte Clube.

Wagner Oliveira

Tags:, ,

1 Comentário Quero comentar!

  • Parabéns Wagner! No Goiás quando vc acha que vai aparecer uma luz no fim do túnel eis que aparece Osmar Lucindo!!

    Eu até quis acreditar que ele poderia fazer um bom trabalho mas depois desta entrevista dada por ele notei quê realmente ele não sabe nada de futebol! É claro para qualquer pessoa que entende minimamente de futebol, que o time do Goiás é fraco e necessita URGENTEMENTE de contratações.

    É isso aí time amador e sem planejamento gasta-se com bichos altíssimos ao invés de gastar com contratações de bons jogadores!

    Ary Jr.

    Comentário by Ary Jr. — 8 de julho de 2016 @ 10:19

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário