Direção Esmeraldina se defende no caso “Fininho” 14 janeiro 2014 SEGURADO

A Direção Alviverde através do seu departamento de futebol se defende no caso da não assinatura de contrato com o lateral esquerda Fininho.

O departamento médico e físico do clube chegaram a conclusão que o jogador demoraria no minimo 30 dias para poder entrar em forma e assim poder atuar pelo Goiás.

E devido a isso não foi feito a assinatura de contrato, segundo a direção Esmeraldina o jogador já sabia dessa possibilidade.

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário