Clássico é sinônimo de guerra! 29 janeiro 2016 vn

Semana de clássico. Nada melhor para deixar nervoso os torcedores de Goiás e Vila Nova, que querem começar o ano com o pé direito e já cair em cima na “zoeira” no amigo do trabalho, da escola, da igreja ou da família. Isso tudo faz parte do nosso futebol de cada dia.

Aliás, clássico esse que estava com o verdadeiro clima de rivalidade: provocação de jogadores, confronto de dirigentes, torcidas empolgadas, elencos novos e vários outros fatores que seriam colocadas em prática no dia 31 de janeiro, no Serra Dourada. O problema, é que só uma torcida vai poder ver.

Com o atestado de imbecilidade da Polícia Militar que não consegue promover segurança para seu torcedor, e a arrogância de Guto Veronez, mais preocupado com a renda da partida do que com o torcedor goiano, o maior clássico do Centro-Oeste não poderá ter cores misturadas. Apenas vermelho ou verde. Nada mais desastroso que isso.

Mas isso não importa. Nenhum desses amadores e destruidores do nosso esporte, vai conseguir estragar a grande empolgação do Goiás para a estréia no Goianão. O clube vive uma realidade financeira impressionável, principalmente com a incrível venda de Bruno Henrique para o Wolfsburg, dinheiro esse que irá para uma reforma para a nossa futura arena. Aliás, desejo muito sucesso ao Bruno por essa nova etapa em sua vida. Com a grande humildade dele, o cara vai longe no futebol.

Não posso esquecer de falar sobre os novos uniformes do Goiás, que serão estreados já nesse clássico. Tudo isso feito para seu torcedor. Não vamos estar presentes no clássico, mas no treino de sábado na Serrinha, os jogadores vão receber o carinho da torcida, e levar com eles até o campo do Serra Dourada no dia seguinte.

Esse jogo promete ser uma grande guerra. Mas não como aquele clássico de 83 ou aquela semifinal de 2011. É outro tipo de guerra. É a guerra no campo de futebol. A guerra que só um grande clássico pode nos proporcionar.

E que venha mais um triunfo para o Verdão com “olho no sangue” em homenagem ao atleta “Boca de Sacola” (risos).

Wagner Oliveira

Tags:,

2 Comentários Quero comentar!

  • Vem aí mais um clássico, clássico? Para mim já deixou de ser a anos, mas a nossa imprensa vermelha filha da puta, insiste em chamar de clássico,então é clássico. Nunca o time do setor universitário terá uma oportunidade impar de vencer o MAIOR DO CENTRO OESTE, do que esta do próximo Domingo. Digo isso porque o Verdão praticamente se remontou,apenas dois jogadores titulares são remanescentes em 2016. Enquanto o time da caixa d´agua vem com uma base maior, orinda de 2015. A chance é essa, “cachorrada”, ou será Domingo, ou nunca.

    Comentário by Cicero Junior — 29 de janeiro de 2016 @ 16:35

  • Penso que se jogarmos mal será empate, se jogarmos meio boca será vitória simples e se jogarmos bem aí será goleada!
    Avante Gigante do Cerrado!
    Ooooh o freguês voltouuuu!

    Comentário by Manoel — 29 de janeiro de 2016 @ 19:55

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário