Cara e jeito de pelada na várzea 4 outubro 2015 goi

Nesta agradável manhã de domingo de (04/10) escrevo pela (100ª) centésima vez para o site Família Esmeraldina. Um marco, sem dúvidas. Um aprendizado. Uma chance de falar diretamente de torcedor para torcedor. Obrigado, Cícero JR.! Agradeço-lhe, do fundo do coração, a oportunidade recebida para fazer o quê o gosto – escrever sobre futebol – e o melhor, sobre o meu time do coração!

Neste mesmo domingo, o limitado Goiás enfrentará o também combalido Figueirense, às 16h no Serra Dourada. O jargão popular – jogo de seis pontos – é o mais apropriado para definir esse confronto.

Assim como o time esmeraldino, a equipe catarinense também trocou o técnico recentemente. Perdeu, como num passe de mágica, o talentoso, porém, pavio curto, Argel Fucks. E de lá para cá, o que já era ruim, piorou muito. Por sua vez, o Goiás não trilha caminhos diferentes. Inexplicavelmente demitiu Julinho Camargo, para só depois disso pagar as premiações atrasadas. Esse era o problema, e não o trabalho do “gordito”. Entretanto, há tempos o verde vem descendo a ladeira no carrinho de rolimã.

É a tal briga de foice no escuro. Ninguém sabe como, ou o quê, vai acontecer. A única certeza: ambos necessitam ganhar. Qualidade técnica no elenco nenhum dos dois possui. Os esquemas táticos caíram por terra após as chegadas dos novos treinadores. O que esperar desse jogo?!?

Sinto cheiro de “pelada” no ar…

FM21O volante Rodrigo se lesionou. Felipe Menezes volta ao meio-campo para tentar ser a tábua de salvação do Goiás. Dois velhos conhecidos estarão do outro lado: o marrento Carlos Alberto e o atacante Marcão. Olho vivo neles….!! Parecem adormecidos, mas em um lance, zás-trás! Eles são capazes de surpreender.

Definitivamente não aposto um dólar furado no trabalho do “novo-velho treinador” Arthur Neto.  Estarei torcendo para que esteja errado e que ele queime minha língua, mas definitivamente, esse cidadão não possui qualquer condição de dirigir um time de futebol na série A. Certamente o tempo se incumbirá de provar isso e que a direção do Goiás errou – uma vez mais! – ao contratar esse ultrapassado “treineiro”

Enquanto isso, vou ficar aqui esperando o Goiás operar o milagre da Nossa Senhora da Figueira e obter (50%) de aproveitamento nos últimos (10) jogos, mesmo contrariando a regra do impossível, uma vez que em (28) jogos, seu rendimento total foi de apenas (36,9%). 

Só o amor de torcedor mesmo para induzir no coração, a crença nessa possibilidade, contrariando a lógica e a matemática…

Isso é tudo, por hoje, Família Esmeraldina! Até domingo que vem…!!

Juninho BILL

(Fotos: Site Oficial do Goiás Esporte Clube)

Tags:, , , ,

3 Comentários Quero comentar!

  • Parabéns pelo Centenário Bill, me espelhando em vc, eu gostaria de também chegar à essa marca! . Em relação ao jogo de hoje, sei que o futebol bonito e tático sera colocado de lado, tomara que seja a raça Esmeraldina à vitoriosa ! Parabéns Mestre !

    Comentário by Paulo Cesar — 4 de outubro de 2015 @ 12:35

  • Parabéns Cumpadi Barão pela marca centenária e só chega lá quem tem qualidade e principalmente gosta do que faz! Quanto ao jogo de hoje também prevejo um jogo meia boca no sol escaldante das 16 horas, mas rumbora lá temos que vencer ou vencer! Abs.

    Comentário by Manoel — 4 de outubro de 2015 @ 13:01

  • Agora só o milagre do milagre…

    Comentário by Weber Carlos — 6 de outubro de 2015 @ 2:51

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário