Alguns fatos que o Goiás esconde sobre o caso Richard . 1 abril 2015 richard

Vendo um terrorismo feito em cima do caso da revelação esmeraldina Richard ,o pai do garoto procurou a reportagem do Familia Esmeraldina afim de esclarecer alguns fatos que a diretoria teima em esconder .

Richard é um garoto de 17 anos , conhecido pela história de uma infância  difícil no “Lixão” de Aparecida de Goiânia . Com 53 gols pela categoria de base esmeraldina , ele é para muitos a maior revelação dos últimos 10 anos , convocações para a seleção brasileira , o garoto constantemente é alvo de boatos sobre negociações .

Depois da última quinta , em que Richard foi protagonista de um embate entre pai – diretoria da base , muitas informações absurdas e irresponsáveis apareceram na imprensa esportiva goiana , como o garoto havia pedido um salário de 100 mil reais ou pedido um carro para o pai em troca de negociar a renovação de contrato . Estarrecido e assustado com a situação , o pai , o senhor Claudeny de Lima , disse que “a vida da minha família se tornou um inferno” . Vamos para os fatos :

O senhor Claudeny se diz muito decepcionado com a nova direção , pois situações que haviam sido acordadas não estão sendo cumpridas .Richard é alvo constante de ameaças da torcida organizada do Vila Nova por redes sociais  , já saiu escoltado pela polícia de jogos , teve que se mudar de casa em Aparecida de Goiânia , mudou de colégio por receber ameaças de colegas ligados a torcida rival . Afim de proteger seu filho , buscou uma solução com a diretoria esmeraldina , os mesmos se prontificaram a pagar o aluguel e as despesas de uma casa no Jardim Atlântico . Com a mudança da diretoria da base , esse acordo não foi respeitado pelo Goiás , hoje o pai arca com 2.500 reais de gastos com a casa .

foto 1

 

Vendo a situação apertar , e a tranquilidade do filho em jogar seu futebol , o pai procurou na ultima quinta o diretor da base , Osmar Lucindo , junto com o representante do empresário André Cury ( responsável pelas negociações de Neymar e Douglas para o Barcelona) , para que resolvesse a situação , já que o Goiás o enrolava a 1 ano afim de finalizar as negociações de contrato . Com muita grosseria e praticamente expulsando o empresário de sua sala , Osmar Lucindo repetiu várias vezes que Richard é comum , e que o Goiás não ia sustentar a família dele .Seu Claudeny , é presidente da associação dos Recicladores de Aparecida de Goiânia e afirma que nunca precisou do Goiás pra colocar nada em casa .

No começo de 2014 , o Goiás , na figura de Sergio Rassi procurou Claudeny a fim de renovar o contrato , ofereceu salários de mil reais no primeiro ano , 2 mil e 3 mil nos segundos e terceiro ano de contrato respectivamente . Chateado com a situação , pois naquele exato momento o filho estava no México defendendo a seleção brasileira , o pai respondeu a Sergio Rassi “esse dinheiro eu nem discuto , quero 20 mil” , o senhor Claudeny confessa que movido a raiva da falta de valorização do filho perante ao clube , exagerou na pedida . Hoje Richard recebe uma bolsa –atleta do projeto de incentivo ao esporte do Governo Federal “Pro Esporte” no valor de 2 mil reais

fato 2

foto 3

 

Indagado pela reportagem do Familia Esmeraldina qual seria a pedida do empresário afim de renovar , o pai não quis entrar com valores , mas disse que pediu a Osmar Lucindo um salário abaixo de 10 mil reais e arcar com os gastos da casa  , valores irrisórios para o mundo do futebol . Após essa reunião , em que o pai e o empresário praticamente foram expulsos do CT , ficou decidido que Richard não ia jogar mais pelo Goiás .

O pai de Richard se comprometeu que ao fim desse imbróglio iria ao programa Familia Esmeraldina para esclarecer com detalhes toda a negociação e a situação de Richard no Goiás.

Segue alguns vídeos de Richard jogando pela categoria de base do Goiás .

*Reportagem de João Gabriel França Macedo.

 

1 Comentário Quero comentar!

  • Goiás tem que largar de ser time amador…

    Comentário by Vinícius de Sousa Silva — 1 de abril de 2015 @ 16:07

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário