A convocação “ouro de tolo” 1 agosto 2016 Carlos Eduardo-seleção

Aos olhos de muitos foi fantástica a convocação de jogadores do Goiás – com idade compatível – para treinarem com a seleção olímpica em Goiânia. Entre os escolhidos estão o goleiro Paulo Henrique (22), o zagueiro David Duarte (21), o lateral-esquerdo Jefferson (19), os meias Thalles (18) e Léo Sena (20), e o atacante Carlos Eduardo (19). Todos integram a equipe profissional do Goiás, a maioria com um número relevante de jogos na temporada 2016.

Goiás-Seleção.Esse é um daqueles “lances” que não se pode perder a chance. Oportunidade ímpar de expor a “molecada” na vitrine, valorizar o trabalho da base etc etc etc… Tudo muito lindo, tudo muito bacana, jogar ao lado do ídolo Neymar, Gabigol entre outros! Seria realmente genial, se a diretoria Esmeraldina fosse outra. Explico: quantos jogadores da base foram negociados, e o dinheiro ninguém sabe ao certo o seu paradeiro!? Não se contrata a altura para repor os que saíram, não fazem planejamento para usar com eficiência o dinheiro auferido com a venda desses jovens atletas.

Por isso, sinceramente, não entendi essa alegria toda de muitos, mas muitos Esmeraldinos. Nós, torcedores verdes, deveríamos ficar mais atentos quanto a isso, pois essa gestão atual não quer saber de torcedor e, muito menos deixar claro aos milhares de alviverdes, o quê se passa nas finanças do clube.

Eu ficaria extremamente feliz caso esses jogadores que serviram de “sparring” para a Seleção olímpica, fossem negociados e o dinheiro, porventura arrecadado, fosse utilizado em prol do futebol, que é o carro chefe do Goiás. Contudo, parece que o povo de lá gosta de investir em agências de automóveis, fazendas, fábricas de bebidas, empresas de ônibus, granja de ovos, etc, etc, etc…

Carlos Eduardo-seleçãoII

O outrora respeitado Goiás, hoje figura na zona de descenso da “fortíssima” Série B/2016. E o dinheiro, onde enfiaram? Nem isso eles sabem planejar, ou seja, gastar de forma planejada o dinheiro arrecadado com negociações de atletas, como, por exemplo Bruno Henrique e Erick, além dos patrocínios da TV, entre outros.

 

A bem da verdade é que eles irão gastar os “tufos”- fiquei sabendo que não é para economizar nesse momento – uma vez que, na concepção deles, o time não pode cair para a Série C. Estão dizendo no intra-muros da Serrinha que se preciso for é para chegar ao patamar de 10 milhões de reais para permanecer na Série B. Como é que é? Permanecer!? Caramba!! A que ponto chegamos…

Precisamos urgentemente usar de mecanismos legais visando frear esses desmandos. Advogados esmeraldinos, por favor, nos ajudem ! Precisamos pelo menos incomodá-los e mostrar que estamos atentos, pois não somos e nem tampouco podemos nos tornar “vaquinhas de presépio”, assim como são os conselheiros do Goiás atualmente.

Cícero JR.

(Fotos: Site Oficial do Goiás e Facebook do atleta Carlos Eduardo)

Tags:, , , , , , ,

1 Comentário Quero comentar!

  • Parabéns, ótimo é preciso os seus comentários!

    Uma vez que os conselheiros do Goiás não tem coragem de criticar os desmandos desta família à frente do clube, é preciso tomar alguma medida jurídica cabível.

    Fico pensando, a imprensa que baba ovo pelo presidente SR dizendo que ele saneou o Goiás, que ele está reduzindo os gastos etc etc, faço uma pergunta ? Como foi até cidadão pode ser um grande administrador gastando os tufos para manter 43 jogadores no elenco ?!Porque a imprensa não fala nada sobre isto ?!

    Ary Jr

    Comentário by Ary — 2 de agosto de 2016 @ 4:24

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário