3×1 foi pouco. Tinha caixa para mais… 25 maio 2016 cricri

Nessa terça-feira (24), o Goiás conheceu sua primeira derrota, contra o Criciúma fora de casa. O time esmeraldino tomou 3 gols e manteve a freguesia de nunca ter vencido na casa do adversário. A esperança para um futebol melhor estava em Léo Lima, que por sinal, foi o menos ruim da noite esmeraldina.

O time se mostra bastante confuso dentro de campo, coisa que seria fácil identificar o motivo, pois temos uma nova escalação todo jogo. Desde seu trabalho inicial no Goiás (Vila 0 x 2 Goiás), Enderson nunca repetiu uma escalação completa. Sempre pedi para mantermos o otimismo nessa fase inicial de trabalho, mas temos também que entender que o time não está sendo formatado da maneira correta. Pode ser que na volta de Carlos Eduardo, Daniel Carvalho e Juninho, o time possa se ajustar um pouco. Além de ter que repensar a zaga, pois as falhas são amadoras, e que com essa estatística de ”bola na área = GOL”.

O jogo em si não foi um dos melhores. O Criciúma não foi muito superior ao Goiás, porém foi mais eficiente. A defesa esmeraldina não consegue cortar nenhum cruzamento, e foi assim que nasceram os primeiros gols da equipe catarinense. O time só conseguiu chegar ao gol defendido por Luiz aos 40 minutos do segundo tempo, com um chute despretensioso de Jefferson. Depois disso não criou mais no primeiro tempo. No segundo tempo, a equipe não foi capaz de criar com qualidade, foi para o “abafa” e perdeu muito com a saída de Leo Lima, pois o mesmo saiu machucado, coisa que ultimamente não é muito rara no GEC. Mesmo após as substituições o time não foi muito diferente na segunda etapa, só conseguimos assustar com um chute cruzado de Patrick as 27 minutos do segundo tempo. O gol esmeraldino só saiu na segunda etapa após cruzamento de Jefferson, quando Cassiano completou para o gol. O atacante ainda conseguiu ser expulso, por fazer gestos para a torcida, e assim foi sacramentada a derrota para o tigre de SC.

Muitas coisas estão erradas nesse time do Goiás, mas não podemos perder todas as partidas esperando uma posição da diretoria, que já se mostrou inerte esse ano. Precisamos de mobilização, contudo não somente da torcida organizada, pois os mesmos torcedores que criticam a organizada por alguns fatos são os mesmos que pede que a torcida vá até a serrinha e ‘quebre tudo’ (risos). A torcida do Goiás é composta por vários tipos de pessoas, todavia só iremos ter um protesto representativo, quando toda torcida se unir e protestar por um só ideal, independentemente da posição que ele tem, se é organizado, amendoim, modinha ou fanático… E isso só irá acontecer, as vozes só serão ouvidas se saírem da frente dos computadores e começarem a protestar fora da internet!

Paulo César

Tags:,

5 Comentários Quero comentar!

  • Os problemas no Goiás são latentes e eles começam na cúpula diretiva Esmeraldina, Leia-se, Sergio Rassi(um fantoche), HP o dono do clube e o MAIOR ALGOZ DO TORCEDOR ESMERALDINO, Ediminho Pinheiro. Esse é o cara que manda o já combalido HP fazer as lambanças diretivas, que já acompanham o clube a pelo menos 5 anos. Sergio Rassi já é o MAIOR COLECIONADOR DE FRACASSOS, estando na Presidência executiva do clube. Esperar o que desse povo? Nada ! O que eles querem vai acontecer que é o de não subir esse ano. Já está arquitetado isso entre eles, e a prova estamos vendo, contratações de jogadores em fim de carreira, que podem até ajudar, mas até quando? Contratações de Rossi, etc etc etc. Profundamente lamentável, mas em quanto Haile Pinheiro e seu sobrinho mandarem no Goiás será isso que teremos.

    Comentário by cicero jr — 25 de maio de 2016 @ 13:09

  • O planejamento e ser campeão da Serie C de 2017
    EU ACREDITO NA ESTRELA DOURADA DA SERIE C DE 2017!!!
    Obrigado diretoria INCOMPETENTE.

    Comentário by FABIO ANTONIO DA SILVA — 25 de maio de 2016 @ 14:28

  • Infelizmente, que se nota no time do verde é que os jogadores querem derrubar o Enderson, pois é nítida falta de vontade dos mesmos, gente os caras não conseguem acertar um passe de dois metros, só bola rifada, sem saída de jogo e venhamos um goleiro do nível do Renan não pode tomar um gol como aquele primeiro.

    Comentário by tales — 25 de maio de 2016 @ 14:40

  • SERÁ POSSÍVEL QUE NINGUÉM ENXERGA QUE ESSE ZAGUEIRO NANICO SALLES NÃO JOGA BOLA ?? O CARA NEM TAMANHO DE HOMEM TEM, MUITO MENOS DE JOGADOR. ELE PERTO DOS JOGADORES DO CRICIÚMA PARECIA UMA FORMIGA. PARA MIM ZAGUEIRO QUE NÃO TEM CORPO, NÃO TEM PRESENÇA, NÃO METE MEDO EM ATACANTE, PODE PARAR DE JOGAR QUE ZAGUEIRO NUNCA VAI SER. ALIÁS ESTÁVAMOS COM UMA DUPLA DE ZAGA QUE PELO AMOR DE DEUS EM, NANICO E VARETA, UM NÃO TEM ALTURA NENHUMA E NÃO METE MEDO EM NINGUÉM, O OUTRO É AUTO PORÉM NÃO METE MEDO EM NINGUÉM E AINDA É DE MENOR, OU SEJA, NÃO TEM CANCHA PRA ASSUMIR RESPONSABILIDADE . ESTAMOS PERDIDOS COM ESSES ZAGUEIROS ESSE ANO.

    Comentário by ESMERALDINO — 25 de maio de 2016 @ 18:55

  • Colocaria o Anderson Salles de primeiro volante, voltando o Wesley Matos para a zaga, ou jogaria com 3 zagueiros. Porque do jeito que tá não dá, o sistema defensivo tá parecendo a casa da mãe Joana. Falta só o Enderson enxergar isso.

    Comentário by Fernando Marlos — 25 de maio de 2016 @ 20:00

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário